VAR? Arbitragem polemiza ao anular gol do Vasco contra o Boavista após 3 minutos

Mesmo sem a presença do VAR, arbitragem demorou três minutos para chegar a um consenso e invalidar o gol de Gabriel Pec.

Leandrão mostrando celular para o 4º árbitro em Vasco 1 x 1 Boavista, pela Copa do Brasil 2021
Leandrão mostrando celular para o 4º árbitro em Vasco 1 x 1 Boavista, pela Copa do Brasil 2021 (Foto: Reprodução)

Pouco antes de Germán Cano balançar as redes e garantir a classificação do Vasco da Gama, um lance gerou polêmica. A arbitragem anulou um outro gol vascaíno, este marcado por Gabriel Pec, acertadamente. Entretanto, o problema foi a forma como isso aconteceu.

No lance, o Camisa 14 realmente ajeitou a bola com a mão antes de o Camisa 11 estufar as redes, mas a anulação demorou mais de 3 minutos para acontecer. O que fez o árbitro mudar de ideia foi ouvir seus auxiliares? Se foi isso, a resposta deveria ser imediata.

A confusão já estava formada com a reclamação dos jogadores do Boavista, que pediam a anulação e piorou em seguida. Com o gol invalidado, o lado vascaíno foi que ficou insatisfeito, questionando a mudança. Levantou-se, então, a chance de uma interferência externa. Lembrando que, naquela altura, o Vasco perdia por 1×0.

O “X” da questão é: não tem VAR nessa fase da Copa do Brasil. Então, de onde saiu a informação sobre a irregularidade? Esse questionamento tomou conta de todo o elenco e comissão técnica no gramado de São Januário, e da torcida na internet. É difícil cravar o que aconteceu, mas foi estranho, isso com certeza.

Confira a confusão

Na beira do gramado, Marcelo Cabo reclamou acintosamente da anulação junto a Jefferson Cleiton Piva da Silva, o quarto árbitro da partida. Segundo Eudes Júnior, repórter do canal SporTV, Alexandre Pássaro, diretor executivo do Vasco, chegou próximo ao campo e questionou a situação.

Sem VAR? Como vocês mudam essa decisão seis, sete minutos depois sem VAR?

Alexandre Pássaro

Paulo Cesar de Oliveira comenta

Na Central do Apito, na transmissão do SporTV, Paulo Cesar de Oliveira disse que o gol foi irregular. Entretanto, se afirmou que a forma como a anulação aconteceu precisa ser apurada. A demora do árbitro José Mendonça da Silva Junior em tomar a decisão chamou a atenção.

– A regra vai mudar, mas a CBF determinou que nesta fase seria a antiga. portando, o gol foi irregular. O toque na mão do cano foi claro. Mesmo sem intenção, com a regra antiga, o gol é irregular. Tem que saber como foi essa tomada de decisão. Demorou muito.

Celular de Leandrão

Um detalhe que endossou a reclamação vascaína foi uma atitude de Leandrão, o técnico do Boavista. Indignado com a validação inicial, ele, em seguida, mostrou um celular para o quarto árbitro, que não gostou e disse que aquele aparelho não poderia estar ali. O objeto, entretanto, aparentava estar com a tela bloqueada.

Provocação de Cano

No fim das contas, deu tudo certo para o Vasco. 11 minutos depois da anulação, Germán Cano balançou as redes e empatou para o Vasco. O artilheiro não perdeu a chance e provocou o quarto árbitro durante a comemoração, em referência ao outro gol que foi anulado.

Com o empate em 1 a 1, o Vasco avançou às oitavas de final da Copa do Brasil, por ter vencido o jogo de ida, em Bacaxá, por 1×0. Além disso, o Gigante garantiu uma premiação de R$ 2,7 milhões, quantia que será importante para amenizar a crise financeira do Clube. Ainda não se sabe, porém, qual será o adversário vascaíno, que será decidido em sorteio.

Leia mais sobreBoavistaCopa do Brasil
5 comentários
  • Ailton - 10 de junho de 2021

    Irregular ou não o Vasco tá dormindo em campo, time ridículo

    Responder
  • D. Armando10 - 9 de junho de 2021

    Foi mão e o gol irregular.
    Reclamar o técnico sabe, orientar o time para jogar como time grande não sabe.
    O auxiliar é seu filho.
    Tanto profissionnal e ex jogador do Vasco para colaborar com a comissão técnica e o Vasco deixa o papai e o filhinho sem experiência no comando.

    Responder
  • Irapuan Claudio De França - 9 de junho de 2021

    A batida da bola na mão do Cano foi involuntária diferente de afirmações, de críticos,portanto tenho dúvida da irregularidade pois conforme os pseudos críticos o Cano não ajeita a bola com a mão ao tentar dominar ela sobe e bate na mão do mesmo ai eu desconheço a regra se mesmo involuntário é passivo de marcação agora é ” f… “, os critérios desses árbitros se fosse um outro time aí será que ele anularia o gol ?pois ele a principio validou o gol…

    Responder
  • Sam elvis - 9 de junho de 2021

    O gol parece q foi irregular, mas se fosse pra os mulambos seria validado com ou sem Var.
    Mesmo quando tem Var eles favorecem a quem eles querem.

    Responder
  • Francisco - 9 de junho de 2021

    Isso é uma vergonha precisa o Vasco acionar a FIFA e o Brasil precisa ser punido de todas as competições pra mudar a ideia idiotas dessa CBF federações Rio Globo lixo varmulambo cair por terra vergonhoso anularam o gol depois que o Paulo Cesar Oliveira falou que o gol era ilegal parte pra cima diretoria de merda do Vasco o time está na série b porque vcs não têm voz ativa

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
21 de janeiro de 2022
Vasco aposta em jogadores com menos idade, maiores e com mais rodagem na Série B

Vasco da Gama muda perfil de contratações e investe em atletas mais novos, com maior estatura e mais tarimbados na Série B.

Nenê curte folga em Cabo Frio e tira foto com torcedor do Vasco

Elenco ganhou folga nesta sexta-feira (21) e o meia Nenê aproveitou para curtir a cidade de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio.

Taça Guanabara só terá VAR nos clássicos

Recurso da arbitragem de vídeo só será utilizado nos jogos da primeira fase que envolvam a participação dos quatro grandes.

Elenco do Vasco campeão da Copinha em 1992 celebra 30 anos da conquista

Jogadores do Vasco da Gama que conquistaram a única Copinha da história do Clube comemoram os 30 anos do titulo.

Rescisões de Caio Lopes e Lucas Santos são publicadas no BID

Jogadores formados na base do Vasco da Gama, Caio Lopes e Lucas Santos tiverem suas rescisões de contrato publicadas no BID da CBF.

Fundo interessado na SAF do Vasco acumula inexperiência e crises de gestão

O grupo americano 777 Partners, que manifestou interesse na SAF do Vasco da Gama, soma falta de experiência e confusões no currículo.

Galarza e Cangá aparecem no BID; Getúlio e Matheus Barbosa aguardam liberação

Matías Galarza e Luis Cangá estão regularizados na CBF e poderão jogar na estreia do Vasco da Gama no Campeonato Estadual.

Confira as informações sobre ingressos para a estreia do Vasco no Carioca

Veja tudo que você precisa saber sobre a venda de ingressos para a partida de estreia do Vasco da Gama no Campeonato Carioca.

Caio Lopes se despede do Vasco

Caio Lopes, ex-jogador do Vasco da Gama, se despediu do Clube nesta sexta-feira através de postagem no Twitter.

Vasco lança ingressos colecionáveis digitais para o Carioca 2022

O Vasco da Gama lançou em parceria com a Block4, ingressos colecionáveis digitais para o Campeonato Carioca 2022.

Veja mais notícias