Valentim revela pedido de jogadores para não substituir Fabrício

Alberto Valentim afirmou que iria substituir Fabrício no início do segundo tempo, mas os jogadores pediram para ele continuar.

Antes mesmo do intervalo, a torcida do Vasco já pegava no pé do meia Fabrício e do técnico Alberto Valentim. O treinador, no vestiário, cogitou atender os pedidos das arquibancadas para substituir o camisa 6. Porém, os próprios jogadores pediram para pensar melhor e se uniram em prol da vitória. É o que revela Valentim.

- Quero que entendam: eu tinha ideia de substituí-lo no intervalo. Sei que tem uma bronca da torcida com ele e não foi pelo jogo de hoje. Essa cobrança é de muito tempo. O torcedor está junto com a gente e apoiou muito. Se ele sai e o time faz gol no começo, aumentaria ainda mais a pressão nele. Hoje os jogadores pediram pra ele continuar no jogo. Foram os jogadores. Por isso entraram de mãos dadas para entrar que estamos juntos - revela o treinador, que elogia a atitude do elenco.

- O que os jogadores fizeram hoje foi espetacular, compraram a ideia e pediram para continuar no jogo junto com Fabrício. Demonstração de união, não da boca pra fora, mas na prática. Da boca pra fora é fácil falar. Tivemos atitude de guerreiros. O que o Ramon fez em nome do grupo foi espetacular. Por isso o Fabrício continuou, e essa vitória eu dedico a todo grupo que é muito forte.

Alberto Valentim não se abala com as críticas e pede que, além da união do elenco, a torcida abrace o time na reta final do Brasileirão.

- Peço ao torcedor para que estejamos juntos nessa reta final. Cantaram muito. Eu cobro jogadores, diretoria também cobra. O torcedor que é a parte mais importante da instituição não está satisfeito, mas está do nosso lado. Nós seremos mais fortes. Todo mundo sente.

Leia mais sobre: Vasco x Cruzeiro, Fabrício, Alberto Valentim

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »