Valdiram foi enterrado nesta segunda-feira em Canhotinho-PE

O ex-jogador do Vasco da Gama, Valdiram, foi enterrado no cemitério de Canhotinho, cidade do Agreste de Pernambuco.

O corpo do ex-jogador Valdiram foi enterrado nesta segunda-feira no cemitério de Canhotinho, cidade do Agreste de Pernambuco, onde ele nasceu. O velório foi realizado na igreja evangélica que ele ajudou a construir.

O ex-atacante, de 36 anos, foi encontrado morto na manhã do sábado, em São Paulo. O jogador, que teve uma passagem pelo Vasco em 2006, morava em situação de rua na capital paulista. Seu corpo estava na rua Santa Eulália, Zona Norte de São Paulo.

Dois dos três homens presos no domingo por suspeita de matar Valdiram continuam detidos. O terceiro suspeito foi ouvido e liberado por falta de provas de sua participação no assassinato. Abalado, o irmão do ex-jogador, Wagner Melo, lembrou que Valdiram se envolveu com drogas e prostituição.

- Ele caiu no mundo da prostituição, das drogas e depois acabou deixando tudo e abandonando o futebol e caindo nesse mundo - disse Wagner.

O pai de Valdiram, Walter Caetano, disse que conversou com o filho há pouco mais de uma semana. O ex-atacante disse ao pai que iria morar em Canhotinho a partir de junho.

- Eu falei com ele. Ele falou que não aguentava mais essa vida do meio da rua. Eu disse, diga qual a hora e o dia que mando o dinheiro para você vir embora, sair dessa vida e vim dormir seu sono sossegado na minha casa. Eu espero que a justiça seja feita - falou emocionado.

Valdiram foi revelado no CRB e se destacou no Vasco em 2006, atuando ao lado de Romário. Depois de sete gols durante a Copa do Brasil, o atacante passou a faltar em treinos e teve seu contrato rescindido em fevereiro de 2007. Depois disso, passou por 18 clubes até 2011. A carreira de Valdiram não alavancou por problemas extracampo, como o uso de drogas e o alcoolismo.

Histórico de problemas

Em fevereiro do ano passado, o jornal Extra encontrou Valdiram morando nas ruas de Bonsucesso, Zona Norte do Rio de Janeiro. No dia seguinte à publicação da reportagem, o Vasco entrou em contato com o jogador pelo departamento de Serviço Social e conseguiu interná-lo em uma clínica de reabilitação.

Porém, em julho de 2018, o ex-atacante sumiu novamente. Após receber alta da clínica em que estava, Valdiram ganhou uma oportunidade no Olaria, mas o vício em drogas, sexo e bebidas falou mais alto e ele voltou às ruas. Naquele mês, Valdiram disse a pessoas próximas que iria para São Paulo encontrar a irmã.

A última aparição que se tinha notícia do ex-jogador foi um vídeo publicado no YouTube em dezembro do ano passado. Nele, Valdiram está em São Paulo e pede ajuda a ex-companheiros do Vasco.

Leia mais sobre: Futebol

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »