As vaias da torcida para Alberto Valentim foram justas?

O técnico do Vasco da Gama, Alberto Valentim, terminou a partida contra o Avaí sendo vaiado pela torcida em São Januário.

Mesmo com a vitória por 3x2 sobre o Avaí, que deu a vantagem do empate ao Vasco da Gama na partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil, que será disputada na Ressacada, o técnico Alberto Valentim acabou sendo vaiado por parte da torcida que marcou presença em São Januário na última quinta-feira (14).

Inicialmente, o Vasco encarou grandes dificuldades diante do Avaí. Alberto Valentim optou por manter a mesma escalação que utilizou no clássico contra o Flamengo, no último sábado (09), com destaque para Thiago Galhardo e Yago Pikachu entre os titulares. Porém, o Gigante da Colina não se apresentou bem no primeiro tempo.

Quase irreconhecível, o Vasco se mostrou desorganizado em campo, querendo atacar de qualquer maneira, e deixando espaços na defesa. Com isso, não demorou muito tempo para o Avaí abrir o placar com Pedro Castro, contando com o erro de Fernando Miguel. Encarando uma defesa bem postada em campo, o Gigante da Colina só conseguiu chegar ao empate na cobrança de falta de Danilo Barcelos.

Já no segundo tempo, Alberto Valentim foi ousado. O comandante tirou Raul e colocou Bruno César junto com Thiago Galhardo no meio de campo, assim como aconteceu no jogo contra o Boavista, e ainda colocou Rossi no lugar de Marrony. Com as mudanças, o Vasco melhorou na partida e logo marcou o segundo gol com Rossi, depois fazendo o terceiro com Thiago Galhardo.

Com um bom resultado sendo construído para a partida de volta, Alberto Valentim optou por recuar um pouco a equipe já nos minutos finais da partida, colocando Andrey no lugar de Thiago Galhardo, mesmo com os pedidos da torcida para que colocasse Lucas Santos em campo. A opção do técnico acabou irritando os vascaínos presentes em São Januário, situação que piorou após o Avaí marcar o seu segundo, fazendo com que o jogo terminasse em 3x2.

Valentim recebeu vaias da torcida na partida contra o Avaí

Analisando o que pensou Alberto Valentim para a partida, pode-se dizer que o técnico errou ao manter um esquema que já não tinha correspondido no clássico contra o Flamengo, principalmente ao deixar Bruno César e Rossi, que vêm acumulando boas atuações, como opções no banco de reservas. Depois de suas entradas, no segundo tempo, o Vasco melhorou na partida, pressionou bastante o adversário e marcou mais dois gols, sendo que um deles, inclusive, foi marcado pelo atacante.

Sobre a entrada de Andrey, é compreensível que Alberto Valentim optasse por proteger a defesa, que se mostrava exposta por causa de suas mudanças anteriores, com a partida próxima do fim e o Vasco possuindo uma boa vantagem para o jogo de volta. O segundo gol do Avaí acabou saindo, mas a substituição realizada pelo técnico acabou não sendo determinante para que acontecesse, e sim por causa de um erro conjunto do sistema defensivo da equipe.

Resumindo, Alberto Valentim acabou não sendo feliz em sua opção para iniciar a partida. Conseguiu compensar no segundo tempo e ainda colocou o Vasco bastante ofensivo, se impondo em campo, o que fez a equipe virar o jogo e construir uma boa vantagem. Porém, depois de uma substituição um pouco mais conservadora, o Gigante da Colina acabou sofrendo o segundo gol numa infelicidade da defesa.

Por Willams Meneses

Leia mais sobre: Vasco x Avaí, Notícias Exclusivas, Alberto Valentim

Comentários

Últimas notícias

E lá se vão sete anos...

Veja mais notícias »