Técnico fala sobre Evander e diz que merece concorrer ao prêmio Golden Boy

Rodney Gonçalves diz que Evander concorrer ao prêmio Golden Boy pelo seu potencial e dará muitas alegrias ao Vasco.

O meia Evander, que pertence ao Vasco e está emprestado ao Midtjylland, da Dinamarca, está concorrendo ao Golden Boy 2018. O tradicional prêmio é oferecido pelo jornal italiano Tuttosport ao melhor jogador com idade sub-21. Evander está em uma lista que contém 40 atletas, dentre eles os brasileiros Vinícius Júnior, ex-Flamengo e atualmente no Real Madrid, e Éder Militão, jogador do Porto, mas que defendeu esse ano o São Paulo.

A presença de Evander entre os candidatos ao prêmio não é surpresa para o Rodney Gonçalves, treinador que trabalhou na base do Vasco por muitos anos. Com exclusividade ao Esporte 24 Horas, Rodney relembrou que Evander já foi apontado como uma das 10 maiores promessas do futebol mundial.

“Acho muito legal essa indicação. Primeiro pelo potencial do menino. Segundo para confirmar que realmente a base é o pilar de um clube de futebol. O Evander, pouco tempo atrás, estava entre as 10 maiores promessas do mundo. Esse reconhecimento atual serve de confirmação para o processo formativo desse atleta”.

Evander, que fez o seu segundo jogo pelo Midtjylland no último sábado (29), começa a ter sequência no futebol dinamarquês. Essa questão é primordial na avaliação de Rodney Gonçalves para o jogador se desenvolver.

“O atleta se desenvolve sempre sendo utilizado, independentemente do clube. Por estar em um centro culturalmente diferente, isso pode influenciar positivamente nesse desenvolvimento”.

Valorização e reconhecimento

Com contrato até o final de 2020, Evander ainda é cercado por muita expectativa positiva por todos no Vasco. O empréstimo só aconteceu por conta do clima estremecido entre o jogador e os torcedores. A gota d’água foi o fatídico episódio da polêmica foto no Chile, na véspera do jogo contra a La U, pela Libertadores. Rodney Gonçalves concordou com a mudança de ares do jogador. Na avaliação dele, Evander vai amadurecer como pessoa e também como atleta.

“O Evander sempre foi muito badalado em virtude do potencial apresentado e isso gerou uma expectativa enorme. As poucas oportunidades e até mesmo suas performances em alguns jogos, reduziram suas chances de aproveitamento no atual elenco. Então eu vi com bons olhos esse empréstimo, uma vez que vai permiti-lo vivenciar novas experiências. Isso pode auxiliar no seu amadurecimento como atleta e também como pessoa, pois viver em outro país, longe de tudo e todos que faziam parte da sua grande rotina, consequentemente, irá contribuir para sua formação”.

Rodney não tem dúvidas de que Evander ainda vai dar muitas alegrias para o Vasco. Seja dentro de campo, usando novamente a camisa 10 ou financeiramente, conseguindo uma carreira sólida na Europa.

“Vale lembrar que esse menino ainda tem 20 anos e que o Vasco ainda vai poder colher frutos positivos, tanto com o aproveitamento dele em campo ou até mesmo economicamente, com uma possível negociação no futuro”.

Após brilhar na base do Vasco, rendendo inclusive inúmeras convocações para a Seleção Brasileira, Evander estreou nos profissionais em março de 2016, contra o Bonsucesso pelo Carioca. Desde então disputou 52 jogos com a camisa Cruzmaltina, 29 como titular, marcando 5 gols.

Leia mais sobre: Evander

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »