Talles e Vinícius buscam mais vigor para impulsionar o ataque do Vasco

Crias da base do Vasco da Gama, Talles Magno e Vinícius precisam ganhar mais força para ajudar o ataque do time na temporada.

O começo de trabalho do Vasco sob o comando de Ramon Menezes apontou que a força do setor ofensivo passará pelo amadurecimento de dois jogadores oriundos das categorias de base do clube. Talles Magno e Vinícius têm desafios diferentes na luta para se consolidarem aos olhos tanto do técnico quanto dos torcedores cruz-maltinos.

O camisa 11, que durante a paralisação das atividades se recuperou de uma fratura no quinto metatarso do seu pé esquerdo, tenta retomar os bons momentos que teve na Colina em 2019. Na vitória por 1 a 0 sobre o Madureira, na quinta-feira passada, Talles Magno já deixou uma boa impressão para o técnico Ramon Menezes.

Na partida realizada em São Januário, o jogador de 18 anos apareceu de maneira mais incisiva na linha de frente e foi uma boa opção para tabelas com Germán Cano. Cabe ao atacante agora virar a página de atuações abaixo da média do início do ano e percalços devido à lesão para aprimorar sua pontaria, com o intuito de retomar o fôlego de outrora. Para isto, ele conta com o fato de ser uma esperança cruz-maltina há muito tempo.

Os holofotes ficaram mais intensos sobre Vinícius neste reinício de competições do Cruz-Maltino. O jogador de 19 anos foi, a princípio, o escolhido de Ramon Menezes para substituir Marrony, que se transferiu para o Atlético-MG.

Como cria da base cruz-maltina, o camisa 49 mostrou nos primeiros jogos como titular o quanto está ávido para mostrar serviço. Além de não dar sossego aos adversários, ele indicou que, com seus dribles, pode surpreender a marcação e ser um bom caminho para as jogadas pelos lados.

Resta neste período de treinos de olho no Brasileiro saber driblar também sua ansiedade para honrar a confiança tanto de Ramon quanto dos seus companheiros.

Vinícius ganhou a vaga deixada por Marrony

O goleiro Fernando Miguel apontou que o aprimoramento do Cruz-Maltino passa também pelo fôlego dos jovens que estão na Colina.

- Vamos ter um período importante de trabalho. Que a gente possa evoluir como equipe, possa se lapidar e melhorar em relação a nós mesmos. Isso que é importante, saber que tem potencial e margem de crescimento, amadurecimento dos meninos. Ficamos muito felizes com a entrada deles nesse processo de assumir responsabilidade. Vamos trabalhar para atingir um nível melhor do que estamos hoje - afirmou.

Ainda em branco na temporada, Talles Magno e Vinícius têm as semanas de preparação para mostrar que podem ganhar mais vigor e impulsionar o ímpeto do ataque cruz-maltino.

Leia mais sobre: Talles Magno, Vinícius

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »