Sub-20: Nathan despertava interesse de clubes brasileiros

O jovem Nathan, de 17 anos, que foi vendido pelo Vasco da Gama ao Valencia, também despertava interesse de clubes brasileiros.

Nathan: o lateral está com a venda bem encaminhada para o Valencia, como o Globo Esporte informou inicialmente. A torcida se revoltou e apuramos: Nathan tem uma multa de R$ 6 milhões. Clubes do Brasil já estavam de olho no jogador para pagar a multa e levar o garoto.

Para aumentar a multa, o Vasco teria que fazer uma renovação milionária com o jogador de 17 anos e, no momento financeiro do clube, isto seria inviável. O Valencia fez a primeira proposta: 800 mil euros por 100% dos direitos. O Vasco não aceitou e fez a contraproposta.

A contraproposta foi de 4,2 milhões de reais por 50% dos direitos econômicos de Nathan. O Vasco, vendo a possibilidade de perder para um clube nacional, além de ter conseguido mudar a proposta, encaminhou a venda e agora discute a forma de pagamento com o Valencia.

O momento financeiro do clube, a possível perda para um clube interno e a questão de ter conseguido manter 50% dos direitos econômicos, fizeram o Vasco aceitar a proposta por Nathan. O Cruz-Maltino ainda terá a porcentagem em cima do mecanismo de solidariedade. 

Opinião: as joias devem ser valorizadas. Mas é preciso entender o momento financeiro do Vasco. O clube tinha a opção de receber R$ 6 milhões e perder o jogador para um time nacional ou vender para a Europa com excelente porcentagem e futura venda. Para mim, a decisão foi correta.

Um jogador de 17 anos não tem garantia nenhuma de que vai vingar. O Vasco não tem grana para renovar com uma joia e gastar milhões. Infelizmente, para a torcida, a realidade é essa. A diretoria pode ter erros, mas neste caso, acredito que a decisão tomada tenha sido a correta.

Leia mais sobre: Sub-20

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »