Site aponta o Vasco com 21% de chance de queda no Brasileiro

O Vasco da Gama respira no Campeonato Brasileiro e fica fora da zona de rebaixamento após vitória contra o Atlético-MG.

França Fernandes
Por França Fernandes
-  25 de janeiro de 2021 às 08:24-  Atualizada em 25 de janeiro de 2021 às 08:24
Jogadores do Vasco comemorando gol contra o Atlético-MG (Foto: André Durão)

A 32ª rodada do Brasileirão não poderia ter sido melhor para o Inter. Além de vencer o Gre-Nal de virada por 2 a 1 e espantar um jejum de 11 jogos sem vitórias no clássico gaúcho, o Colorado viu os principais concorrentes ao título tropeçarem e agora tem 75% de chances de ser campeão brasileiro, de acordo com as projeções do site Infobola, do matemático Tristão Garcia.

O time de Abel Braga chegou a 62 pontos e abriu quatro de vantagem para o vice-líder São Paulo, que no sábado ficou no empate por 1 a 1 com o vice-lanterna Coritiba e tem 10% de chances de título.

Quarto colocado com 54 pontos, o Atlético-MG foi derrotado por 3 a 2 pelo Vasco também no sábado e agora tem 7% de chance de ser campeão, seguido pelo Flamengo, com 6%. O time rubro-negro foi outro que perdeu na rodada, por 2 a 1 para o Athletico, neste domingo, na Arena da Baixada, e é o terceiro na tabela, um ponto à frente do Galo.

Palmeiras e Grêmio estacionaram nos 51 pontos e praticamente deram adeus à disputa pela taça, embora ainda tenham 1% de chances matemáticas. O time paulista perdeu para o Ceará por 2 a 1, fora de casa, e segue em quinto, enquanto o Tricolor é sexto.

Na parte de baixo da tabela, o Botafogo perdeu o clássico carioca para o Fluminense e mantém os 99% de probabilidade de rebaixamento. O Coritiba empatou com o São Paulo e agora tem 98%. O Goiás virou sobre o Santos e viu o número cair para 88% – ainda alto. A vitória do Vasco sobre o Atlético-MG fez o Cruz-Maltino cair de 31% para 21% a chance de queda.

Chances de título

Internacional – 75%
São Paulo – 10%
Atlético-MG – 7%
Flamengo – 6%
Palmeiras – 1%
Grêmio – 1%

Risco de rebaixamento

Botafogo – 99%
Coritiba – 98%
Goiás – 88%
Bahia – 42%
Fortaleza – 30%
Vasco – 21%
Sport – 21%
Bragantino – 1%

Fonte: Globo Esporte

Leia Mais Sobre