Seria a solução? Tiago Reis perde espaço em meio a escassez de gols

O atacante Tiago Reis perdeu espaço no time titular do Vasco da Gama, mas tem média de gols superior ao colega Ribamar.

Quinto pior ataque do Campeonato Brasileiro e com uma média de menos de um gol por jogo nas últimas dez partidas. O poderio ofensivo do Vasco está em baixa e o técnico Vanderlei Luxemburgo ainda não achou uma solução para melhora. O que se sabe, no entanto, é que uma das opções do treinador para o setor, pelo menos por agora, não está sendo utilizada: o jovem Tiago Reis.

Com um início fulminante no profissional este ano, quando fez quatro gols em oito jogos no Campeonato Carioca e foi eleito a revelação da competição, o atacante de 20 anos - que foi vice-artilheiro da Copinha - não entra em campo há mais de um mês. Sua última partida foi na derrota para o Cruzeiro por 1 a 0, dia 1 de setembro, quando entrou no decorrer do jogo.

Apesar da queda de rendimento após o Estadual, Tiago Reis ainda é o vice-artilheiro da equipe na temporada com seis gols no baixíssimo rendimento ofensivo do elenco, já que os artilheiros Marrony e Yago Pikachu têm apenas um gol a mais.

Se comparado com Ribamar - que tem atuado na posição como titular, por exemplo - o jovem tem uma média um pouco superior: 0,30 contra 0,10. Os dois atuaram em 20 partidas, sendo que Tiago fez seis gols, e seu companheiro, apenas dois.

Tiago Reis perde espaço no Vasco

Sempre com o discurso de lutar contra o rebaixamento, o técnico Vanderlei Luxemburgo falou até em G-4 caso a equipe aproveitasse melhor as oportunidades desperdiçadas:

"Contra o Santos tivemos o mesmo problema. Contra o Flamengo, a mesma coisa. Eu sou realista. Bem realista. O nosso time é esse para estarmos ano que vem na Primeira Divisão. Se alguém me provar o contrário, dou a mão à palmatória. Mas tem de me provar. Se ganhássemos os jogos em que tivemos tantas oportunidades de gols, estaríamos no G-4".

Neste domingo (13) o Vasco recebe o Fortaleza em São Januário. O Cruzmaltino já acumula dois jogos sem balançar as redes.

Leia mais sobre: Tiago Reis

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »