Sergio Romay desconvoca reunião para discutir punição a Roberto Monteiro

Sergio Romay, presidente em exercício do Conselho Deliberativo do Vasco, desconvocou a reunião que aconteceria na quinta.

Presidente em exercício do Conselho Deliberativo do Vasco, Sergio Romay publicou edital de desconvocação da reunião prevista para quinta-feira, que para analisar possível punição a Roberto Monteiro. Presidente do poder licenciado do cargo, ele é acusado de agressão ao sócio remido Luis Henrique Vieira Rocha.

Presidente em exercício do Conselho, Sergio Romay alegou que o presidente Alexandre Campello não tem prerrogativa para convocar reunião extraordinária nem pode revisar decisão do presidente do Conselho. Ainda informou que Luis perdeu o prazo para o recurso.

A diretoria ainda não se manifestou oficialmente para confirmar a desconvocação. Pessoas ligadas à gestão dizem que a reunião será mantida. Alegam que o vice-presidente do Conselho Deliberativo não tem atribuição para desconvocar uma reunião convocada por outro presidente de poder.

Entenda o caso

Luís Henrique Vieira Rocha protocolou denúncia afirmando que foi agredido por Roberto Monteiro no dia 7 de fevereiro de 2018, quando o Vasco venceu o Universidad de Concepción por 2 a 0 em São Januário, pela Libertadores.

Na ocasião, a reportagem do GloboEsporte.com procurou Roberto Monteiro, que não confirmou o caso e disse tratar apenas de "intriga da oposição".

Caso o conselho decida punir Monteiro, as sanções se graduam entre advertência, suspensão e eliminação do quadro social, conforme a gravidade do caso.

Em 29 de julho, Romay, durante período de licenciamento de Monteiro, determinou o arquivamento da denúncia. Entretanto, em 5 de setembro, Luís Henrique protocolou nova carta pedindo que o caso fosse levado aos conselheiros. Em resposta, Romay afirmou que Luís Henrique perdeu o prazo de recurso.

Campello usou de sua prerrogativa como presidente do clube para convocar a reunião no dia 13 de setemrbo. Antes, havia encaminhado ofícios para que o vice-presidente do Conselho Deliberativo, Sergio Tavares Romay, convocasse a reunião. Entretanto, na ocasião, Romay respondeu dizendo que Monteiro estava em pleno exercício de suas funções.

Leia mais sobre: Política

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »