Sempre Vasco emite nota rebatendo declaração de Valentim

O grupo Sempre Vasco emitiu uma note rebatendo a declaração do técnico Alberto Valentim, sobre sua saída do Vasco da Gama.

Alberto Valentim,

Quando se é técnico de um clube da grandeza do Vasco a pressão existe desde o momento do anúncio de sua contratação.

Você assumiu o Vasco em Agosto de 2018, sabendo que o clube convivia com atrasos salariais, sem capacidade de gerar novas receitas, dependente de empréstimos e brigando pra não cair. Com um elenco pouco melhor que seus antecessores, em 19 jogos, seu aproveitamento foi de apenas 33%.

Em 2018, o Vasco teve o pior aproveitamento do século XXI, com 44%. Sua contribuição para esse resultado foi decisiva.

Aliás, nos livramos de mais um rebaixamento não pelas suas 4 vitórias em 19 jogos, mas pela incompetência dos adversários.

No Carioca, segundo o Footstats, considerando apenas os 4 grandes, o Vasco foi o time com a pior média de gols marcados, de passes trocados e o que teve a menor posse de bola. Na final da Taça Guanabara tivemos 28% de posse de bola. Graças a torcida e a força da camisa achamos um gol para a conquista.

Seu trabalho só não foi interrompido antes, porque a diretoria comemorou a permanência na Série A. Pensam pequeno. Como também comemoraram o pênalti que o Marrony sofreu contra Juazeirense-BA na Copa do Brasil, em mais um péssimo jogo do Vasco.

Você sai do Vasco com a expressiva marca de ser o 7º pior aproveitamento da década, entre todos técnicos que comandaram o clube, mesmo ficando bastante tempo no cargo.

Não jogue a culpa dos seus fracassos na torcida, nos ídolos, na Oposição. Ao acusar que a Oposição torce contra, prove, como fizemos apresentando seus números. Se realmente torcêssemos contra, lutaríamos pela sua permanência.

Sucesso

Leia mais sobre: Futebol

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »