Sá Pinto explica Jadson na vaga de Marcelo contra o São Paulo: ‘Apresentou fadiga’

O técnico do Vasco da Gama, Ricardo Sá Pinto, disse que Marcelo Alves apresentou fadiga, e que Jadson precisa de sequência de jogo.

Avatar
Por Willams Meneses
-  23 de novembro de 2020 às 15:51-  Atualizada em 23 de novembro de 2020 às 15:52
Ricardo Sá Pinto em entrevista após São Paulo 1 x 1 Vasco (Foto: Reprodução/Vasco TV)

Talvez a principal alteração na escalação do Vasco da Gama no empate em 1 a 1 com, no último domingo (22), no estádio do Morumbi, foi a entrada do recém-contratado Jadson na zaga ocupando a vaga de Marcelo Alves, que vinha se destacando.

Também na zaga, Miranda esteve entre os titulares após se recuperar da Covid-19, ocupando a vaga de Werley, que contraiu o vírus e passará por 10 dias de isolamento. Leandro Castan, que também se recuperou, ficou como opção no banco de reservas.

Na entrevista coletiva após a partida, Ricardo Sá Pinto explicou o motivo da opção por Jadson. O comandante vascaíno disse que confia muito nos dois, mas Marcelo Alves apresentou fadiga, e que precisa colocar o Camisa 2 para jogar para que atinja sua melhor forma física.

– Em relação ao Marcelo e Jadson, confio muito nos dois, mas o Marcelo apresentou muita fadiga. O Jadson é um jogador importante, estava fresco, é experiente. Devemos colocá-lo para que possa chegar na forma física para que possa ajudar a gente.

Criticado no gol do São Paulo

Em sua primeira partida como titular, Jadson foi bastante criticado no lance que originou o gol de empate do São Paulo. O zagueiro não conseguiu parar o ataque adversário pelo lado direito da defesa, e a bola foi parar nos pés do atacante Luciano, que não teve muito dificuldade para balançar as redes.