Ricardo Sá Pinto analisa estreia de Leonardo Gil, atuação de Ribamar e garra do Vasco

Técnico do Vasco da Gama, Ricardo Sá Pinto analisou a estreia de Leonardo Gil, atuação de Ribamar e a garra do time contra o Corinthians.

Por Anderson Montalvão
-  22 de outubro de 2020 às 01:07-  Atualizada em 16 de novembro de 2020 às 16:09
Ricardo Sá Pinto durante o jogo contra o Corinthians (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

O Vasco da Gama enfrentou o Corinthians na noite desta quarta-feira (21) em São Januário e saiu de campo derrotado, partida que marcou a estreia de Ricardo Sá Pinto como treinador cruzmaltino.

Mas não foi apenas o comandante que defendeu o Gigante pela primeira vez. Leonardo Gil, meio-campista recén-contratado, também teve sua primeira chance ao entrar no decorrer do segundo e jogar bem. Sá Pinto analisou a participação do comandado.

– O Léo é de outra escola de futebol. Quando temos a bola, é um jogador que encontra soluções, tem um lado emocional muito tranquilo. Acho que entrou muito bem no jogo. O Andrey também fez um bom jogo, mas estava no limite. Não estava conseguindo mais dar o que eu queria, dar velocidade. O Léo vai dar qualidade, essa dinâmica de jogo. Contamos muito com ele.

Outro personagem da partida foi o atacante Ribamar, que substituiu Germán Cano, que se machucou no aquecimento e foi vetado do jogo. Autor de um belo gol de letra, o Camisa 9 foi avaliado pelo técnico na coletiva após o jogo.

– O Riba trabalhou os dois dias que estivemos no campo. Trabalhou o lado estratégico que montamos para o jogo. Cano não treinou nesse dia porque não estava 100%. Todos sabem o que vamos fazer e estão aptos para estar em campo. Ainda falta melhorarmos vários momentos de jogos, e eles entenderem todas as informações que eu preciso passar a eles. Isso é um processo gradativo, não podemos dar toda a informação de uma vez. O Riba precisa segurar mais a bola, alguns momentos de decisão, mas fez o gol dele, acreditou, foi um leão, deu o que tinha e não tinha.

Ricardo destacoua garra da equipe e os pontos que ele vê que precisam ser melhorados. Afirmando que o time está no caminho certo, ele lamentou a derrota, mas disse ter visto pontos positivos na atuação contra o time paulista.

– Hoje, a equipe jogou com muita alma, guerreira. É a imagem que queremos jogo após jogo. Temos que melhorar algumas situações defensivas e, ofensivamente também algumas decisões. Mas este é o caminho. Retiro desse jogo coisas positivas para o futuro, logicamente não o resultado, estamos muito tristes.

Flertando com a zona de rabaixamento, o Vasco da Gama volta a campo no dia 01 de novembro, contra o Goiás, no estádio Serrinha, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.