Ramon Menezes admite momento difícil do Vasco e analisa cobrança da torcida

O técnico do Vasco da Gama, Ramon Menezes, falou sobre o atual momento do Clube e projeta melhora nos próximos jogos.

Ramon Menezes orientando jogadores do Vasco contra o Bahia
Ramon Menezes orientando jogadores do Vasco contra o Bahia (Foto: AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO)

A derrota do Vasco para o Bahia por 3 a 0 em Pituaçu pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Ramon Menezes, em entrevista coletiva, falou sobre a atual situação da equipe, que não vence há quatro rodadas na competição, e analisou a cobrança da torcida diante do futebol apresentado nos últimos jogos.

– O que aconteceu com a gente não é uma coisa normal. Acontecer isso com o Vasco é muito ruim. Acho que a cobrança tem sido exagerada, mas ao mesmo tempo nós estamos dando motivo para que essa cobrança tenha sido forte. Quando você trabalha pelo Vasco tem que estar preparado para tudo Nós trabalhamos a cabeça desses atletas depois de um jogo muito difícil que nós tivemos contra o Atlético e o que nós vimos hoje no primeiro tempo foi a que a gente não conseguiu essa recuperação – ressaltou.

– O futebol passa muito pela confiança, de você entrar em campo e confiar naquilo que está sendo feito. No começo do nosso trabalho, nós erámos assim. Tantas vezes que cheguei aqui na coletiva e disse que o Vasco estava entregando sua alma. Nós precisamos nos recuperar, todos esses atletas são muito importantes, são do clube, e nos ajudaram muito. Então, é buscar a recuperação de todos – explicou.

No próximo sábado, o Vasco terá pela frente um clássico contra o Flamengo em São Januário, às 17h, pela 15ª rodada. De acordo com Ramon, é o momento de recuperar a confiança dos atletas para a sequência da temporada.

– É um clássico, um jogo que todo mundo gosta de jogar, importante para o clube, para a gente voltar a vencer e nós sabemos que temos que melhorar muito, voltar a fazer o que fazíamos antes. Temos dois dias para pensar muito nisso, O Cano, pelo fato de não estar fazendo gol a equipe está tendo uma certa dificuldade. Mostrou isso no primeiro tempo contra o Atlético e no primeiro tempo aqui (em Pituaçu) Mas ele vai recuperar, assim como todos os atletas. É um grande jogador e vai ajudar muito o Vasco da Gama – salientou.

Confira outras respostas de Ramon Menezes

Sobre a derrota para o Bahia

– Lógico que sim! Se você pegar há rodadas atrás era difícil a gente tomar gol. A gente passa por um momento difícil e no meu trabalho quando ganha, ganha todo mundo, e quando perde, perde todo mundo. Procurar corrigir o que aconteceu. Acho que quando nós estamos tomando gol, estamos sem reação e você passa isso para o adversário. Nós temos que buscar a reação. No segundo tempo, perdemos o Bruno Gomes, mas foi diferente, com a entrada do Tenório, do Carlinhos e do Pec. Pena que a gente perdeu um jogador. Mas nós não tivemos uma noite feliz – disse.

Sobre jogadores questionados pela torcida

– Se você pegar o começo do meu trabalho todo mundo elogiava a recuperação dos atletas. O Yago tem uma história no clube, é o lateral que mais fez gols com a camisa do clube. E eu vejo a importância dele, e dos jogadores mais jovens. O Felipe é o vice artilheiro da equipe, e há algumas rodadas era um jogador elogiado, e é um atleta que nós conseguimos recuperar. Hoje se fez importante a presença desses jogadores para a escalação. Nós não tivemos Andrey e Benítez. Mas temos que apoiar esses atletas, não adianta fazer as vezes o que tenho visto. O atleta sente também, é do clube, importante – disse.

Fonte: Lancenet

Leia mais sobreRamon Menezes
6 comentários
  • Silvio Lucio de Souza - 8 de outubro de 2020

    Primeira coisa a fazer é mandar embora o Ramon Guardiola, em seguida enxotar os mediocres Pikachu, Henrique, F. Bastos, Marcos Jr., e Ribamar. Treinadores bons no mercado hoje tem, Roger Machado e Dorival Jr, são exemplos.

    Responder
  • WELINGTON - 8 de outubro de 2020

    Analisar o quê?? Vocês da “imprensa” são uns fanfarrões. Esta tudo indo mal no Vasco a anos, mas precisamente a 20 anos. Não está dando mais para aguentar, haja coração.

    Responder
  • Moura, Henrique - 8 de outubro de 2020

    SEM NOÇÃO!!!!
    UM TIME COMPLETAMENTE SEM NORTE.
    UM AGLOMERADO DE DESCOMANDADOS SOB O OLHAR DE UM PRINCIPIANTE .
    VASCO DA GAMA: O CONTINENTE AVISTADO ONDE OS VISITANTES CEGOS TÊM UM SENTIDO A MAIS.
    QUE NINGUÉM DUVIDE QUE ESTE SOFRIMENTO AINDA DURARÁ MUITOS DIAS.
    PORQUE ESTÁ TUDO IGUAL COMO ERA ANTES NO QUARTEL DE ABRANTES.
    VOLTA EURICO NAPOLEÃO!! INVADE A COLINA E PÕE ONDEM NA TROPA.

    Responder
  • Tó Zé - 8 de outubro de 2020

    Ramon dá oportunidade aos mais novos, deixa os velhos cansados no banco,motiva essa garotada,pois os velhinhos só querem saber do dindin, não tem amor a camisa.
    Cobra dos dirigentes o pagamento em dia e dos jogadores mais empenho e dedicação.nao deixa queimar teu filme,tens um passado de glórias.

    Responder
  • Ituassu - 8 de outubro de 2020

    O Ramon e mtos torcedores e vários comentaristas de futebol e repórteres que não ent3dme de futebol, tão achando que o problema do Vasco é o Pikachu, claro que ele tem ido mal,mas vai trocar por esse Tenório? Nunca! Pior que Pikachu!
    O problema do Vasco é esse esquema do inexperiente Ramon que começou a inventar um esquema retranqueiro segurando os laterais, e esse Henrique tá terminando de matar o time. Ele não sabe atacar e nem defender. Os gols saíram novamente em falha dele. O Vasco com ele campo tem 1 a menos.
    Tira esse Henrique, põe o Borges, libera os laterais e faz o time chegar com 4, 5 ou 6 jogadores na área adversária. Aí vc vai ver esse time voltar a ganhar. Se vc continuar com esse esquema e com esse Ruinque, vai continuar perdendo e vai ser demitido. Avisei para os técnicos anteriores a vc. Me ouça parceiro. Senão teus dias estão contados. Nunca errei em relação ao erro de vcs.
    SV

    Responder
  • Ituassu - 8 de outubro de 2020

    Qd o Ramon começou o trabalho no Vasco, o time chegava na área com 4,5, 6 jogadores. E devido a um ou outro jogo que não tinha ido tão bem, por inexperiência e falta de preparo, começou a ficar retranqueiro e covarde que nem os outros técnicos que foram demitidos. E começou a colocar esse Henrique que é sempre um a menos em campo, recuado e começou com isso a prejudicar o Talles.
    O problema Ramon do time.
    Enquanto ele continuar com esse Henrique recuado e me campo, vai ter menos um 3m campo 3 vai continuar levando sapatada.

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
17 de setembro de 2021
Justiça indefere pedido de sobrinho de Eurico cobrando R$ 247 mil do Vasco

Alexandre Brandão Miranda, sobrinho de Eurico Miranda, ainda terá que pagar quase R$ 22 mil pela derrota no processo contra o Vasco da Gama.

Fernando Diniz explica escalação de atacantes do Vasco em lados opostos

Técnico do Vasco da Gama, Fernando Diniz explicou porque escalou os atacantes em lados opostos na sua estreia pelo Clube.

Jogo contra o Cruzeiro marcará o reencontro entre Vasco e Vanderlei Luxemburgo

O jogo entre Vasco da Gama e Cruzeiro no próximo domingo marcará o reencontro do Cruzmaltino com seu ex-técnico, Vanderlei Luxemburgo.

Vasco solicita apenas 1 mil torcedores para o jogo contra o Cruzeiro

O Vasco da Gama teve o pedido atendido pela prefeitura do Rio e o Conselho Arbitral da CBF liberou a presença de público na Série B.

Fernando Diniz nega desgaste físico dos jogadores do Vasco contra o CRB

Técnico do Vasco da Gama, Fernando Diniz disse que os jogadores não tiveram desgaste físico no jogo contra o CRB.

Germán Cano se torna o 6º maior artilheiro do Vasco no século XXI

O atacante Germán Cano chegou a 39 gols e empatou com Alecsandro como sexto maior artilheiro do Vasco da Gama neste século.

Eduardo Paes brinca sobre público no jogo entre Vasco e Cruzeiro: ‘Fazendo meu lobby’

Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro disse que fez ‘lobby’ pela liberação de público no jogo entre Vasco da Gama e Cruzeiro.

Efeito estreantes! Vasco acumulou números superiores que o CRB em empate

Nas estreias de Fernando Diniz e Nenê, o Vasco da Gama elevou o nível de atuação, mas ainda pecou individualmente e deixou a vitória escapar.

Zeca recebe o 3º amarelo e será desfalque contra Cruzeiro

O lateral-esquerdo do Vasco da Gama, Zeca, levou o terceiro cartão amarelo e terá que cumprir suspensão automática diante da Raposa.

Diniz projeta vitória contra o Cruzeiro e cita importância da torcida em São Januário

Fernando Diniz, técnico do Vasco da Gama, projetou a vitória contra o Cruzeiro e desejou que a torcida esteja em São Januário.

Veja mais notícias