Ramon e Lopes se juntam a Moreira como fãs de Eurico Miranda no Vasco

Os novo nomes do futebol do Vasco da Gama, Ramon, José Luis Moreira e Antônio Lopes, sempre admiraram Eurico Miranda.

Após início de ano desastroso, o Vasco da Gama vem promovendo mudanças no futebol do clube.

A última delas foi a efetivação de Ramon Menezes, ex-jogador e antes auxiliar permanente, como treinador da equipe. Junto com ele, o Cruzmaltino anunciou também Antônio Lopes para o cargo de coordenador-técnico.

Os nomes não são exatamente novos em São Januário.

Figuras bastante conhecidas no clube, os dois tiveram passagens de sucesso pelo Vasco em tempos passados e fazem parte de um "resgate" na tentativa de recolocar a equipe nos trilhos. Antes deles, José Luís Moreira foi nomeado em meados de março vice-presidente de futebol.

Coincidência ou não, todos têm alguma relação com Eurico Miranda, polêmico presidente que comandou o clube em duas ocasiões.

A começar por José Luís Moreira. O dirigente havia ocupado duas vezes a vice-presidência do Vasco antes de assumir novamente neste ano e fez parte da gestão de Eurico.

Ramon e Antônio Carlos, além de remeterem a um período bastante vitorioso do clube, também são fãs do ex-presidente. Sob o comando de Eurico, eles faturaram, como jogador e treinador, respectivamente, o título brasileiro de 1997 e Copa Libertadores de 1998.

Antônio Lopes e Ramon

O ex-jogador, em uma entrevista ao Esporte Interativo em 2017, revelou bom relacionamento com o antigo dirigente e disse que Eurico "era muito bom para o Vasco".

Antônio Carlos também não poupa elogios. "Me ajudou muito na conquista de 1998. Todo mundo fala isso e aquilo do Eurico, mas nunca o vi fazendo mal a alguém dentro do futebol. Era um figura humana exemplar. Nossas famílias se davam muito bem. Tenho muitos títulos pelo Vasco, e isso muito graças a ele", disse após o velório do ex-presidente, que morreu em 12 de março do ano passado.

Até mesmo o atual presidente do Vasco, Alexandre Campello, é parte do "resgate". Ele foi eleito 2018 com apoio de Eurico, mas acabou rompendo com o ex-dirigente logo no início da sua gestão.

Leia mais sobre: Eurico Miranda, Ramon Menezes, Antônio Lopes

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »