Prefeitura do Rio consegue terreno melhor para CT do Vasco

A Prefeitura do Rio de Janeiro conseguiu um terreno melhor que o de antes, para a construção do CT do Vasco da Gama.

A assinatura de cessão de um terreno por parte da Prefeitura do Rio de Janeiro para a construção de um centro de treinamento do Vasco - que aconteceria em 9 de abril - foi cancelada por conta das fortes chuvas que causaram 10 mortes na cidade no dia anterior. Porém, o triste imprevisto, que a princípio trouxe preocupação aos vascaínos, no final acabou dando tempo para que o clube fosse beneficiado.

Isso porque, nos dias que sucederam à tragédia, a Prefeitura conseguiu um terreno melhor para o Vasco. O novo local é menos pantanoso que o anterior, algo que poderá significar uma importante economia nas obras de aterramento.

"A assinatura tinha sido adiada devido ao que aconteceu na cidade, naquelas chuvas e, neste ínterim, para a próxima data, identificamos um terreno melhor, menos pantanoso, solo muito melhor, para a construção do CT. A Prefeitura já está vendo os trâmites internos e, muito em breve, já vamos estar com a data para a assinatura deste novo terreno para o Vasco, que vai ser melhor para todo mundo", declarou ao UOL Esporte o vereador Alexandre Isquierdo (DEM-RJ), que fez o "meio de campo" entre a Prefeitura e o Vasco.

Apesar do benefício e do otimismo, o martelo ainda não está batido entre as partes e outros terrenos ainda estão sendo estudados.

Para se ter uma ideia, o orçamento previsto somente para o aterramento do antigo terreno estava na casa dos R$ 10 milhões. A expectativa agora é a de que se obtenha uma sensível redução nos custos.

O novo local, segundo o vereador, também fica situado em Vargem Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Vasco treina em CT alugado

Atualmente o Vasco treina num centro de treinamento alugado em Vargem Pequena (RJ). O terreno pertence ao empresário Evandro Ferreira, que agencia a carreira de Vagner Love e do seu filho Evander, revelado no Cruzmaltino e que foi vendido para o futebol dinamarquês.

O clube assinou um contrato de aluguel até o fim de 2020 e realizou algumas obras de melhoria no local.

Após a tragédia no CT Ninho do Urubu, do Flamengo, que vitimou 10 adolescentes em fevereiro, o chamado "CT do Almirante" passou por vistoria e chegou a ser interditado pelo Ministério Público por falta de alvará de funcionamento, mas o departamento jurídico conseguiu obter uma liminar contra a decisão.

Leia mais sobre: Futebol

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »