Pikachu diz que situação seria diferente se Maxi tivesse chegado antes

Yago Pikachu destacou que a situação do Vasco no Brasileiro seria diferente se o atacante estivesse desde o início no time.

Cinco gols e quatro assistências em 12 jogos. A importância de Maxi López para o Vasco é tão grande que o artilheiro do time no ano, Yago Pikachu, se rendeu ao argentino. Ao destacar o impacto do centroavante na equipe, o lateral disse acreditar que a situação cruz-maltina no Campeonato Brasileiro poderia ser diferente.

- Por ser argentino, é um cara brigador, não tem bola perdida. É um cara que quer ajudar da melhor maneira. Espero que não fique mais suspenso, porque pelos números que tem, se estivesse desde o início, não estaríamos nessa situação - disse Pikachu.

Na realidade, o aproveitamento do Vasco nos jogos que Maxi López participa é um pouco menor do que a porcentagem que o time tem sem ele. Com o argentino, o Vasco conquistou 38,9% dos pontos que disputou. Sem ele, no Brasileirão, esse número chega a 39,2%.

Para o lateral, a partida contra o Sport, neste sábado, na Ilha do Retiro, será decisiva para o Vasco conseguir se livrar da zona do rebaixamento. A equipe tem vantagem de sete pontos em relação aos pernambucanos.

- A gente está encarando esse jogo como uma decisão. Vamos enfrentar um adversário direto na tabela, sabemos da situação deles. Eles estão um pouco longe de sair, a gente acha que é o último suspiro deles nesse jogo. Estamos otimistas. Vamos com o objetivo de se livrar de vez e eliminar um adversário na luta contra o rebaixamento - completou.

O Vasco viaja para o Recife no início da tarde desta quinta-feira. A partida com o Sport acontece no sábado, às 19h (de Brasília).

Leia mais sobre: Yago Pikachu, Maxi López

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »