Ainda bem que o Vasco foi eliminado do Carioca 2020!

Uma reflexão sobre os rumos que o Campeonato Carioca 2020 tomou diante da pandemia e MP dos direitos de transmissão.

Antes de qualquer coisa, esqueça o lado esportivo.

Na noite da última quarta-feira (08) aconteceu a decisão da Taça Rio entre Fluminense e Flamengo, no Maracanã, jogo que acabou empatado em 1 a 1. Com o resultado, a decisão do título foi para os pênaltis e o Tricolor das Laranjeiras venceu por 3x2, se sagrando campeão em meio ao favoritismo quase que absoluto do Rubro-Negro.

Com a definição da Taça Rio, o Campeonato Carioca será decidido em 2 partidas entre Flamengo e Fluminense. Lembrando que o Rubro-Negro já havia vencido da Taça Guanabara, o 1º turno do Estadual. O Gigante, no entanto, sequer chegou às fases finais de ambos os turnos, o que não acontecia há 14 anos, desde a edição de 2006.

Mas o que explica o título da matéria? É simples. Como é do conhecimento de quem está acompanhando de perto, o Campeonato Carioca está sendo mais marcado por polêmicas extracampo do que propriamente sobre o futebol. Tudo começo com a volta às pressas diante da pandemia de Coronavírus ainda em alta no Rio de Janeiro, e se agravou com a questão da MP dos direitos de transmissão.

O mérito aqui não será sobre o fato da MP ser benéfica ou não, e sim a forma como ela afetou o já conturbado Campeonato Carioca. Ela causou um clima de incertezas em relação às transmissões de partida, diante da guerra entre Flamengo e Rede Globo. O resultado? A emissora acabou rescindindo o contrato de transmissão do Estadual, o que, claro, afetou os outros clubes.

Quem opinou sobre a MP e a questão com a Rede Globo foi Felipe Thiroux, apresentador do canal SobreVasco, no Youtube. Ele deu seu ponto de vista sobre os efeitos da medida e explicou sobre o suposto monopólio da emissora.

 

A decisão aconteceu horas antes da partida entre Vasco e Madureira, que seria transmitida no Premiere. Com isso, a torcida começou de imediato uma campanha nas redes sociais para que o jogo fosse transmitido pela Vasco TV, canal vascaíno no Youtube, o que de fato aconteceu após consulta ao departamento jurídico. A transmissão, mesmo sendo feita às pressas, foi bastante elogiada e rendeu excelentes números.

O Vasco, no entanto, acabou eliminado mesmo vencendo o Madureira por 1x0. Já sem o Gigante, as polêmicas extracampo do Campeonato Carioca seguiu em relação à semifinal entre Fluminense e Botafogo, quando a FERJ conseguiu uma liminar na Justiça para que a Rede Globo transmitisse o cássico, com uma multa de R$ 5 milhões em caso de não cumprimento. O jogo em questão acabou empatado em 0 a 0 e o Tricolor das Laranjeiras avançou à decisão.

Voltando à decisão da Taça Rio, agora já tendo uma introdução sobre a problemática do Campeonato Carioca durante a pandemia, aconteceu mais uma intervenção da Justiça. Depois de brigar pela MP junto ao Governo Federal, o Flamengo resolveu se contradizer e ir em busca de transmitir o clássico decisivo, mesmo o mandante sendo o Fluminense, o que foi determinado em sorteio no começo da semana.

Com o aval da FERJ, o TJD autorizou o Flamengo a transmitir a final da Taça Rio, decisão que saiu no final da tarde da última quarta-feira (08). No entando, poucas horas antes da partida, o STJD interviu e permitiu que apenas o Fluminense transmitisse a partida, o que acabou acontecendo mesmo, com direito a protestos de rubros-negros com uma chuva de dislikes no vídeo da transmissão.

Contextualizando a situação, é possível ver com um certo alívio a saída precoce do Vasco do Campeonato Carioca, mesmo se tratando de uma vergonha no âmbito esportivo. Prejuízos financeiros, problemas envolvendo a Justiça que causaram incertezas, confusão entre clubes e emissora, troca de farpas e discordâncias sobre o retorno do futebol e entre outros detalhes, mostram que o Estadual deste ano está sendo concluído de uma forma totalmente melancólica e sem clima algum para comemorações.

Ramon Menezes teve um bom começo no Vasco

O que fica de positivo nesse breve retorno ao Campeonato Carioca é o começo de trabalho do técnico Ramon Menezes, com as vitórias por 3x1 sobre o Macaé e por 1x0 sobre o Madureira. Nelas, o Gigante teve boas atuações, com destaque para o volante Andrey e o atacante Germán Cano. Agora, novamente sem partidas, o Vasco terá pouco mais de 1 mês para se preparar visando o Campeonato Brasileiro, onde se espera que as polêmicas sejam ao menos amenizadas.

Por Willams Meneses

Leia mais sobre: Campeonato Carioca, Notícias Exclusivas

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »