Tiago Reis é o atacante mais eficiente do Vasco em 2019

Tiago Reis, preterido por Vanderlei Luxemburgo, é o atacante mais eficiente do Vasco da Gama na temporada de 2019.

Onze finalizações em gol, sendo nove de dentro da área. Quatro em total liberdade, em 'enfrentamento com o goleiro', como preferiu dizer Vanderlei Luxemburgo na coletiva pós-jogo. E nenhuma bola na rede.

Contra o Avaí, mesmo fazendo péssima partida tecnicamente - teve sua segunda pior marca de passes errados neste Brasileiro (48) -, o Vasco deu mais uma prova da clara ineficiência de seu ataque. Tanto que é o 6º que mais tenta finalizações (314), mas o 5º pior em número de gols marcados (21).

O curioso é que o seu atacante mais eficaz, o de melhor média de gols, segue sem ganhar oportunidades: Tiago Reis.

Autor de 5 gols em 2019, o jovem de 20 anos precisou de apenas 22 arremates para atingir esta marca, obtendo uma média de uma bola na rede a cada 4,4 tentativas. Ribamar, atual camisa 9, precisa de 21,5 conclusões na temporada para fazer o seu - 2 gols em 43 finalizações.

Rossi, o vascaíno que mais tenta neste Brasileiro, tem média de apenas um gol a cada 17 tentativas no ano. Marrony, outro que é constantemente aproveitado, necessita de 11,3, e o jovem Talles Magno de 13,5. Clayton e Valdívia, outras duas opções do técnico, sequer marcaram em jogos oficiais.

Ou seja, ninguém chega nem perto de ter a eficiência de Tiago Reis na hora de concluir as jogadas, o famoso 'empurrar a bolinha pra dentro'.

É compreensível que o esquema com três volantes e três atacantes, sem nenhum meia central - o 4-3-3 adotado por Luxa -, necessite de um centroavante mais móvel, que ajude na construção das jogadas - o que não é o caso de Tiago. Ou ao menos mais forte, que possa brigar com os zagueiros e criar oportunidades, como fez Ribamar praticamente sozinho contra o Avaí. No entanto, quando a ideia de jogo deixa de ser eficiente - nos últimos oito duelos o time passou em branco em cinco -, é preciso mudá-la.

O Vasco melhorou no 2º tempo da partida, quando passou a atuar num 4-2-3-1, com Andrey e Richard mais recuados, Felipe Ferreira centralizado na criação e Rossi e Marcos Júnior abertos. No entanto, segui incapaz de definir o jogo, mesmo criando oportunidades.

Tiago Reis

E ali, na área, na hora de decidir, ninguém no Vasco foi mais eficiente que Tiago Reis na temporada.

MÉDIA DE GOLS DOS ATACANTES DO VASCO EM 2019

Tiago Reis - 1 gol a cada 4,4 finalizações
Maxi López - 1 gol a cada 5,75 finalizações (3 dos 4 gols no ano foram de pênalti)
Marrony - 1 gol a cada 11,3 finalizações
Talles Magno - 1 gol a cada 13,5 finalizações
Rossi - 1 gol a cada 17 finalizações
Ribamar - 1 gol a cada 21,5 finalizações

* Com números do Footstats

Leia mais sobre: Tiago Reis

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »