Vasco tem oito jogadores em fim de contrato e apenas um é unanimidade

Os contratos de oito jogadores com o Vasco se encerra em dezembro e apenas um tem unanimidade para continuar no Clube.

Enquanto luta para garantir permanência na elite do futebol brasileiro em 2019, o Vasco começa lentamente o planejamento da próxima temporada. Nove jogadores encerram os respectivos contratos com o clube em dezembro, mas apenas um é tratado como espécie de unanimidade no que envolve a renovação. Nenhum deles, no entanto, foi procurado até agora pela diretoria.

Luiz Gustavo caiu nas graças da torcida e dos dirigentes por conta da polivalência. Ele atua nas funções de zagueiro, além de lateral e volante. Está na lista de extensão do vínculo por conta das características modernas e tudo indica que será procurado pelo departamento de futebol em breve para conversar.

A permanência do jogador de 24 anos é vista como importante pelo técnico Alberto Valentim em um momento no qual o clube não tem dinheiro disponível para investir e precisa de atletas que reforcem os setores necessários. Por vezes, mais do que um. É o caso de Luiz Gustavo, que era uma das últimas opções entre os zagueiros e se tornou titular absoluto em mais de um setor.

Os outros jogadores com contratos próximos do fim são: Andrés Rios, Bruno Silva, Fabrício, Giovanni Augusto, Lenon, Marcelo Mattos, Thiago Galhardo e Kelvin. Nenhum deles recebeu contato ou sinalização da diretoria até o momento para uma conversa.

Luiz Gustavo pode continuar no Vasco

A tendência, inclusive, é que a maioria deixe São Januário ao término dos respectivos vínculos. Recentemente, o atacante Kelvin falou sobre o delicado tema em entrevista ao UOL Esporte.

"Ninguém conversou nada ainda. Estou buscando meu espaço depois dessa lesão. Já tive bons jogos, em outros não consegui render o que eu esperava e que o clube também esperava de mim, então estou brigando a cada jogo para que coisas comecem a clarear para o nosso time e para mim também. É dia a dia, cada jogo vamos buscando nosso espaço e, se tiver que conversar, vamos sentar e conversar", disse.

As palavras de Kelvin poderiam ser atribuídas aos outros jogadores da lista, até mesmo Luiz Gustavo, uma "unanimidade" que ainda não foi registrada em papel.

Leia mais sobre: Luiz Gustavo, Giovanni Augusto, Bruno Silva

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »