Nem tudo foram flores na vitória sobre o Bahia

Em meio à vitória e festa da torcida em São Januário, o jogo contra o Bahia ficou marcado também por atuações decepcionantes.

Com a considerável melhora apresentada contra o Flamengo e tendo mais de uma semana de preparação, esperava-se uma boa atuação e vitória sem grandes dificuldades contra o desfalcado Bahia, ao lado da torcida em São Januário. Porém, mesmo com o resultado positivo, o que se viu em campo decepcionou.

O técnico Alberto Valentim, com os últimos desfalques, optou por uma escalação mais ofensiva na partida, tendo apenas Willian Maranhão como volante de origem, sendo apoiado na marcação pelo meio-campista Thiago Galhardo.

Decepção coletiva

Em grande parte do primeiro tempo, o que se viu foi um domínio absoluto do Bahia, que se converteu em finalizações perigosas, com destaque para o ex-vascaíno Gilberto. Pode-se dizer tranquilamente que Martín Silva, com suas grandes defesas, foi decisivo para o Vasco conseguir sua suada vitória.

Se aproximando da reta final do primeiro tempo, numa boa jogada de Andrés Ríos, o goleiro do Bahia acabou cometendo o pênalti, e foi expulso pela violência em que atingiu o atacante vascaíno. Yago Pikachu foi o responsável pela cobrança, fazendo 1x0 para o Vasco. Porém, mesmo com vantagem numérica em campo, ainda na primeira etapa, Gilberto empatou a partida.

No segundo tempo, o Vasco seguiu cometendo muitos erros, ofereceu pouco perigo e se viu ameaçado pelo contra-ataque do Bahia. Conforme o tempo foi passando, a apreensão se misturou com o apoio da torcida em São Januário. Porém, numa boa jogada de Kelvin e cruzamento de Yago Pikachu, o garoto Marrony marcou o gol da vitória do Gigante da Colina.

Decepções individuais

Em meio a uma atuação coletiva ruim, alguns nomes se destacaram negativamente contra o Bahia. Se Martín Silva salvou lá atrás, não se pode dizer o mesmo do sistema defensivo. Lenon, Luiz Gustavo, Leandro Castan, Ramon e Willian Maranhão não tiveram boas atuações diante do Tricolor Baiano e decepcionaram.

Thiago Galhardo, que jogou mais recuado, foi outro que decepcionou. Fora da sua posição, ele cometeu muitos erros de passes, sendo vaiado pela torcida quando substituído. Entrando no segundo tempo, Giovanni Augusto também teve destaque negativo. O camisa 26 errou praticamente todas as jogadas que tentou, perdendo a oportunidade de reconquistar seu espaço na equipe.

Pressionado para seguir vencendo, e com atuação abaixo do necessário, o Vasco vai à Vila Belmiro enfrentar o Santos na próxima quinta-feira, às 20h, em jogo atrasado válido pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Leia mais sobre: Vasco x Bahia, Notícias Exclusivas

Comentários

Últimas notícias

Reforços do Vasco para 2019

Veja mais notícias »