Museu do Futebol conta a história dos 100 anos de nascimento do goleiro Barbosa

Exposição no Museu do Futebol vai prestar homenagem aos 100 anos de nascimento de Barbosa, eterno ídolo do Vasco da Gama.

Moacyr Barbosa, ex-goleiro do Vasco
Moacyr Barbosa, ex-goleiro do Vasco

A poucos dias dos 100 anos do nascimento do eterno goleiro do Vasco, Barbosa (1921-2000) vai ganhar homenagem especial no Museu do Futebol em São Paulo. A equipe do museu prepara exposição que vai contar a história do camisa 1 histórico de São Januário e da seleção brasileira na Copa de 1950.

Barbosa vai substituir o Rei do Futebol. O espaço no Museu do Futebol que ainda abriga exposição sobre os 80 anos de Pelé – de 15 de outubro a 15 de abril – vai receber as imagens e todos objetos que a pesquisa e a curadoria do museu preparam. A ideia é abrir a exposição ainda no primeiro semestre, a depender, claro, das restrições sanitárias de controle de Covid-19.

Filha de Barbosa guarda recordações de Barbosa em casa

O Vasco prepara série de homenagens a Barbosa. Campanha nas redes sociais e lançamentos de produtos licenciados com parte dos royalties revertidos para a família. O nome do ex-goleiro sai como favorito para rebatizar atual CT do Almirante

Coordenadora do Centro de Referência do Museu do Futebol, Diana Mendes e equipe buscam diversas referências sobre o goleiro, entre elas informações do Centro de Pesquisa, Preservação de Acervos e Divulgação da História e Memória do Club de Regatas Vasco da Gama e depoimentos, entre eles, de Tereza Borba, filha de coração do goleiro, que conviveu com o goleiro nos últimos anos de vida e guarda um pouco de sua história no quintal de casa, em Praia Grande.

A exposição prepara também um documentário inédito sobre Barbosa e vai ter parceria do Observatório de Discriminação Racial do Futebol. A abordagem da questão racial vai desconstruir a imagem em torno de Barbosa da derrota de 1950. Uma das frases mais marcantes dele era que ele cumpria muito mais do que a pena máxima do sistema penal brasileiro – de 30 anos por um crime que nunca cometeu.

A figura de Barbosa já aparece no Museu do Futebol, na sala Rito de Passagem, que conta – com narração do compositor Arnaldo Antunes – a tristeza dos brasileiros com a derrota na final de 1950. Desta vez, a história vai mostrar o Barbosa de toda uma vida, um vencedor — Foto: Reprodução

– Com a derrota de 1950 foi construída uma mítica negativa de responsabilização do Barbosa. O goleiro é a figura solitária, a última salvação no futebol. O Barbosa era um craque, tinha muita visibilidade, mas por não conseguir defender os gols (do Uruguai) se construiu essa mítica. E ela perdura até o momento de uma desconstrução potente, que é justamente nossa tentativa – diz a coordenadora do Museu do Futebol.

Diana Mendes lembra que essa narrativa atingiu outros goleiros negros como Barbosinha (ex-goleiro do Corinthians), Aranha (ex-Santos), Jeferson (ex-Botafogo), entre outros no futebol masculino e feminino. O peso da derrota em 1950, que em nada envergonhava Barbosa por sinal, recaiu sobre os ombros do jogador e alimentou uma narrativa – no universo futebolístico e midiático – de que o jogador negro não tinha confiança e o goleiro negro não era confiável.

– Está na hora de abandonar essa mítica social e cultural em cima dele e pensar no Barbosa de outra maneira.

A efeméride dos 100 anos de Barbosa vai encontrar também outra marca especial no futebol, os 150 anos do surgimento da posição de goleiro no futebol. O Museu também vai explorar esse tema, com a memória de um jogador tão marcante no futebol brasileiro.

Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário ainda.
Deixe sua opinião

Últimas notícias
18 de junho de 2021
Vasco busca soluções a curto prazo para evoluir na Série B

A diretoria vem se reunindo internamente para traçar alternativas que visam a evolução do Vasco da Gama na Série B do Brasileiro.

Brant lamenta distanciamento com atual diretoria do Vasco: ‘Não estamos na gestão’

Julio Brant, líder da Sempre Vasco, afirmou não pensar em ser VP de futebol do Vasco da Gama por ”nunca ter sido convidado para a festa”.

Ação contra o rebaixamento do Vasco é encaminhada ao presidente do TJ-RJ

A ação em que um torcedor pede o cancelamento do rebaixamento do Vasco da Gama foi encaminhada ao presidente do TJ-RJ.

Mesmo pressionado, Cabo conta com apoio do elenco do Vasco

Apesar do mau momento atual, elenco do Vasco da Gama simpatiza com o trabalho de Marcelo Cabo e também com seu jeito de ser no dia a dia.

Sempre Vasco critica montagem do elenco para a Série B e diz que ‘quer ajudar’

Grupo político de Julio Brant criticou o atual elenco do Vasco da Gama e se colocou à disposição de Salgado para ajudar no que for preciso.

Vasco encara o Athletico-PR nesta sexta pelo Brasileiro Sub-17; SporTV transmite

Athletico-PR e Vasco da Gama se enfrentam nesta sexta-feira (18), às 19h, no CT do Caju, em Curitiba, pela 7ª rodada do Brasileiro Sub-17.

Vasco foi derrotado pelo CRB na última vez que enfrentou o time alagoano

Último Vasco da Gama x CRB aconteceu em outubro de 2016, em São Januário, também pela Série B, e equipe alagoana saiu vitoriosa por 2×1.

Nos últimos 200 jogos, Vasco teve menos de 50% de aproveitamento

Aproveitamento do Vasco da Gama nas últimas 200 partidas, que contam desde 2018, foi de 46,33%; foram 74 vitórias, 56 empates e 70 derrotas.

17 de junho de 2021
Marcelo Cabo tem mais que o dobro de vitórias em comparação a derrotas no Vasco

Em 21 jogos comandando o Vasco da Gama, Cabo tem 9 vitórias, 8 empates e 4 derrotas; aproveitamento é de 55,5%.

Vasco encerra 4ª rodada da Série B em 15º lugar e a apenas 1 ponto do Z4

Com 4 pontos conquistados em 12 disputados, o Vasco da Gama está a apenas 1 do Vitória, primeira equipe da zona de rebaixamento da Série B.

Veja mais notícias