Milton Mendes comenta polêmicas com o zagueiro Rodrigo

O ex-técnico do Vasco da Gama, Milton Mendes, não se escondeu de perguntas, e esclareceu polêmicas com o zagueiro Rodrigo.

Em entrevista ao programa “No Ar com André Henning”, do canal Esporte Interativo, o ex-treinador do Vasco da Gama, Milton Mendes, esclareceu as polêmicas que teve com o zagueiro Rodrigo, durante o ano passado. O treinador revelou que teve influência na saída dele do Gigante da Colina, nega problemas com medalhões do elenco e destaca seu estilo rigoroso de trabalho.

“Tive influência grande. Eu não gostaria de entrar em detalhes em relação ao Rodrigo. Costumo dizer, e sempre falei que a minha gestão de vida e felicidade, é a minha felicidade, não a infelicidade do outro, mesmo que o outro faça alguma coisa contra mim, ou contra alguém meu. Eu vou proteger-me e alguém, da família ou pessoas que goste. Mas os atos ficam para quem os pratica, ele fez e não demorou muito, as pessoas acharam que eu tinha conflito com Rodrigo e Nenê, mas não tinha nada, apenas sou um treinador que me posiciono. Gosto de disciplina, organização e trabalho, é o que cobro”, disse Milton Mendes.

O treinador seguiu comentando sobre Rodrigo, mas desta vez em relação à polêmica que aconteceu na partida entre Vasco x Ponte Preta, pelo Campeonato Brasileiro do ano passado, quando o zagueiro defendia a Macaca. No episódio, que aconteceu após o confronto, Milton Mendes se desentendeu com o defensor no gramado, o que acabou rendendo agressões. Em relação a isso, o ex-comandante vascaíno repudiou a atitude do jogador, e diz que seria incapaz de ir tripudiar de alguém.

“Pobre de espírito. Foi o segundo pior momento da minha carreira. Eu fiquei chocado, como ficou todo mundo. Foi falado tantas coisas e quem me conhece sabe que eu era incapaz de ir tripudiar de alguém, principalmente um cara que jogou comigo e ganhamos um título juntos”, afirmou o treinador.

Em outro momento, quando Milton Mendes foi demitido do Vasco, Rodrigo publicou um vídeo onde aparecia dando risadas, numa clara referência à saída do comandante. Sem ligar muito, o treinador esnobou a brincadeira do zagueiro, e comentou o episódio em que ele se envolveu na Ponte Preta, que acabou sendo um fator importante para o rebaixamento da Macaca no Campeonato Brasileiro.

“Para mim é indiferente, eu olho para cima, e não para baixo. Não surpreende nem um pouco o que aconteceu. É capaz de fazer muito mais. Aquilo veio a público, foi o culminar, o derrubar de uma equipe, por isso deram uma outra conotação para o episódio. Mas tem outros, é só procurar que vai encontrar. Eu espero que ele tenha se arrependido, é bom para ele, para a família e para o futuro. Porém, arrependimento tem que mostrar, não só dizer”, concluiu Milton Mendes.

Os atritos entre Milton Mendes e Rodrigo se iniciaram em pouco tempo de convivência no Vasco. Juntos, conquistaram a Taça Rio pelo Clube, mas em seguida, o zagueiro acabou deixando São Januário, e acertou com a Ponte Preta. Porém, esse não foi o fim, aliás, foi somente o começo das polêmicas envolvendo os dois, elas que foram esclarecidas pelo ponto de vista do treinador. Hoje, ambos estão sem clube, esperando uma nova oportunidade na carreira.

Leia mais sobre: Rodrigo, Milton Mendes

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »