Maxi López teria recusado três clubes brasileiros por carinho ao Vasco

Clubes brasileiros teriam feito contatos com Maxi López, que resolveu não aceitar negociar por ter conquistado carinho no Vasco.

Sem clube desde que rescindiu o seu contrato com o Vasco em maio, Maxi López foi procurado por quatro clubes brasileiros neste meio tempo, mas pretende ter a Europa mais uma vez como destino na carreira. A informação foi trazida pelo jornalista FOX Sports Fabio Azevedo, durante o Debate Final desta quinta-feira (15 de agosto).

De acordo com Fabio Azevedo, Botafogo, Fluminense, Avaí e Ceará fizeram contatos pelo argentino, mas a forte ligação que criou com o Cruz-Maltino durante a sua passagem por São Januário o fizeram não querer avançar nas conversas com os clubes. Além disso, o atacante quer poder ficar mais uma vez próximo dos seus três filhos, que vivem na Itália com a sua ex-mulher, a modelo Wanda Nara.

"Ele segue no Rio de Janeiro, mas quer ir embora. A tendência é que vá para a Europa, quer ficar próximo dos três filhos... O Maxi López recebeu sondagens do Brasil, inclusive. Fluminense e Botafogo procuraram, também Avaí e Ceará, mas ele entende que, no Brasil, só jogaria no Vasco. Tem essa relação, por onde ele passa fica com uma bandeira, foi assim em outros países também. Se o Flamengo procurasse, dificilmente aceitaria", afirmou o jornalista durante o programa.

Maxi López no Vasco

Maxi López está com 35 anos e não disputa uma partida oficial desde o último dia 19 de maio, no empate em 1 a 1 do Vasco com o Avaí, pela 5ª rodada do Brasileirão. Apesar de estar inativo nos gramados, o atacante mantém a sua forma com um preparador físico particular no Rio de Janeiro. Em 2019, tem 19 jogos disputados e quatro gols marcados.

Leia mais sobre: Maxi López

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »