Mais Vasco divulga nota sobre o encerramento das transmissões do Carioca

O grupo Mais Vasco, divulgou uma nota sobre o encerramento de contrato da Globo nas transmissões do Campeonato Carioca.

Recebemos com surpresa e preocupação o anúncio do encerramento abrupto das transmissões do Campeonato Carioca, assim como os efeitos da Medida Provisória 984 que passou ao mandante dos jogos o direito de transmissão, permitindo, a partir de sua edição, que o Flamengo transmitisse a sua partida de ontem contra o Boavista.

Cumprindo o nosso compromisso de transparência e o legítimo dever de nos comunicarmos com a torcida vascaína, a Mais Vasco assim se posiciona acerca desses eventos:

Consequências Imediatas

O Contrato de transmissão do Estadual tem vigência até 2024. Apesar de a emissora ter se posicionado pela garantia dos pagamentos desta temporada, as temporadas seguintes ficarão descobertas.

Entendemos que o Vasco é gigante, temos a evidência do engajamento da torcida e do amor que os vascaínos demonstram pelo seu clube. E temos a certeza que poderíamos fazer contratos individuais e conseguir receitas superiores às praticadas atualmente.

Acontece que não estamos sozinhos nesse mercado. Acreditamos que os clubes de menor torcida não conseguirão ser sustentáveis vendendo seus jogos. No médio prazo, clubes tradicionais e que contribuem até hoje para o futebol brasileiro na formação de atletas e postos de trabalhos de outros tantos profissionais do esporte poderão deixar de existir.

As medidas a serem tomadas

As ações tomadas pela Globo e pela Medida Provisória 984, batizada de “MP do Flamengo” demandam uma unidade entre as correntes políticas do Clube. O debate eleitoral das propostas deve ficar em segundo plano neste momento e todos os agentes políticos devem se unir para defender o que é melhor para o Vasco.

Recomendamos que o Presidente da Diretoria Administrativa promova o amplo debate para que se busquem as melhores soluções para o Vasco.

Temos no Mais Vasco profissionais trabalhando neste tema com o objetivo de encontrar os melhores caminhos para o nosso clube neste novo cenário do mercado esportivo. Independente das questões eleitorais, nós nos colocamos a disposição para levar nossas posições a atual Diretoria.

Defendemos de antemão a união dos 11 clubes prejudicados por estes eventos na busca de um novo produto para o Campeonato Estadual. Somente juntos evitaremos a tentativa de distanciamento financeiro completo do Flamengo com os demais clubes.

Defendemos também a não elitização do futebol. Sabemos que grande parte da população brasileira não tem acesso ainda à uma conexão de internet de banda larga necessária para uma transmissão de qualidade. Muitos dependem ainda da televisão para manter contato com seu clube de coração e o Vasco como verdadeiro Clube do Povo não pode se posicionar a favor de uma medida absurda como esta.

Sobre a Globo

Discordamos sobre a não transmissão das partidas programadas. Acreditamos que o telespectador, adquirinte dos pacotes de pay-per-view, não pode ser prejudicado nessa rescisão, e discordamos da colocação publicada em sua nota oficial de que os demais clubes não foram capazes de garantir a exclusividade prevista contratualmente. A transmissão da partida do Flamengo realizada ontem não pode ser atribuída aos clubes e sim a um clube apenas.

Pedimos que se busque o entendimento entre todas as partes envolvidas e que o Vasco assuma sua posição de protagonista na construção desse entendimento.

Leia mais sobre: Notícias Exclusivas

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »