Luxemburgo muda ataque do Vasco em busca de vitória contra o Goiás

O técnico Vanderlei Luxemburgo mudou o ataque do Vasco da Gama para buscar os três pontos contra o Goiás, no domingo.

O empate por 0 a 0 com o CSA, na última partida do Campeonato Brasileiro, ligou um sinal de alerta no Vasco. Se a equipe considerava esta e as próximas partidas como fundamentais na luta contra o rebaixamento, conquistar os três pontos contra o Goiás no domingo, às 19h, é essencial. Pensando nisso, o técnico Vanderlei Luxemburgo promoverá mudanças no time titular para a próxima rodada.

A primeira alteração será a saída do meia Marquinho. Pedido por Luxemburgo, o jogador não rendeu o esperado até o momento e parece fora do ritmo do restante do elenco. O treinador até tentou insistir, especialmente porque é um atleta que Luxa acredita ser polivalente e uma posição carente da equipe. No entanto, Marcos Jr., que vinha bem antes da parada da Copa América, ganhará nova chance ao lado de Richard e Raul.

Outra convicção do veterano treinador que precisará ser revista para esse confronto é Yago Pikachu como lateral-direito. Luxa optou por adiantar o jogador e utilizar Cáceres na linha defensiva. Sem Rossi, o Cruz-Maltino ainda luta para encontrar a melhor formação na parte da frente. O atacante tem previsão de retorno em condições de ser titular para o duelo contra o São Paulo, dia 25. É possível que ele esteja apto para o clássico com o Flamengo, mas sem chances de começar.

O trio ofensivo é o setor que mais mudou desde a chegada de Luxemburgo ao comando vascaíno. Depois da pausa para a Copa América, o Vasco não repetiu a formação uma vez sequer. Contra o Grêmio, Rossi, Valdívia e Marquinho começaram. Com o Fluminense, Valdívia, Yan Sasse e Marrony foram os escolhidos. Em seguida, contra o Palmeiras, Luxa optou por Bruno César, Marrony e Valdívia. Na última rodada, frente ao CSA, foi a vez de Bruno César, Marrony e Talles.

Contra o Goiás, é a vez de Pikachu, Marrony e Talles, que será o falso 9. O ataque é o que mais preocupa Luxemburgo neste momento, já que o Vasco tem um dos piores aproveitamentos em finalizações do Brasileirão e é o quarto pior ataque da competição, com 12 gols em 13 jogo. Contra o Goiás, um adversário mais frágil, é a chance do Cruz-Maltino mudar essa estatística.

As opções de Luxa para o setor ofensivo

Marquinho

O meia chegou do Athletico Paranaense no início do segundo semestre, mas desde então não deslanchou. Virou, inclusive, alvo de muitas críticas por parte da torcida.

Bruno César

O camisa 10 chegou como principal reforço do Vasco para a temporada, mas problemas com o peso e atuações fracas fizeram com que ele perdesse espaço. Foi titular nos últimos dois jogos, mas não rendeu tudo que se esperava.

Talles

O jovem é uma das maiores esperanças do Vasco atualmente. Elogiado por Luxemburgo e pelos companheiros, o jogador vem correspondendo quando tem chances e deve ser muito utilizado.

Marrony

Titular em boa parte das partidas do Vasco na temporada, o jovem ainda tenta superar a irregularidade. Apesar disso, costuma ser um dos homens de confiança de Luxa na frente, alternando como ponta e falso 9.

Yan Sasse

O jogador foi muito elogiado por Luxemburgo e chegou a ser a primeira escolha para substituir Rossi. No entanto, ele não correspondeu em campo. A pressão da torcida também não ajudou.

Valdívia

O jogador vinha sendo utilizado principalmente como falso 9, mas perdeu a titularidade para Talles no jogo contra o CSA.

Rossi

É o principal nome do ataque vascaíno e faz falta ao time. Depois de cumprir suspensão contra o Fluminense, Rossi teve uma apendicite, passou por cirurgia e continua fora da equipe.

Tiago Reis

​Único centroavante de origem do elenco atual, o jovem Tiago Reis ainda luta por mais oportunidades. Durante a parada da Copa América, Luxa afirmou que o jogador precisava evoluir na parte física, mas tinha potencial.

Leia mais sobre: Vasco x Goiás, Vanderlei Luxemburgo

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »