Luxemburgo cita atitude de Henríquez como inspiração para o Vasco

O técnico Luxemburgo afirmou que o Vasco da Gama precisa de atitude como a de Oswaldo Henríquez para sair da atual situação.

Em meio ao caos político e financeiro, o Vasco tenta respirar no Campeonato Brasileiro. E se derrotar o Ceará hoje, às 19h15, em São Januário, o time de Vanderlei Luxemburgo tem chances de, enfim, deixar a zona de rebaixamento, após nove jogos.

Ontem pela manhã, funcionários que estão com três meses de salários atrasados fizeram greve em São Januário. O presidente do clube, Alexandre Campello, se reuniu com eles e prometeu pagar pelo menos um mês da dívida até o fim da semana.

Inúmeros problemas extracampo à parte, hoje o Vasco tem a seu favor o retrospecto contra o Alvinegro de Fortaleza. São 16 vitórias, três derrotas e sete empates.

Apesar da vantagem no confronto direto, nem todos os jogos diante do Ceará são tranquilos para o time e a torcida do Vasco. No último duelo, por exemplo, na rodada final do Brasileiro, a equipe carioca só assegurou a permanência na Série A graças a um dramático empate no Castelão sem gols.

Na medida do possível, o técnico Vanderlei Luxemburgo tenta afastar os problemas extracampo e focar nos três pontos:

— Conseguimos uma boa vitória diante do Internacional (na sexta-feira, na primeira vitória em oito jogos no campeonato). Foi muito importante, mas precisamos manter essa pegada. Precisamos de mais vitórias.

De acordo com o comandante, sua equipe precisa de atitude, entre outras virtudes, para vencer. E deu exemplo de superação no próprio elenco:

— Futebol é um esporte de choque e quero o Vasco como vi no jogo e, acima de tudo, com a atitude do Henríquez. Ele luxou o braço, voltou e depois foi examinado. Esse espírito que o Vasco precisa. Sacrifício — enfatizou.

Leia mais sobre: Vasco x Ceará, Henríquez, Vanderlei Luxemburgo

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »