Luxemburgo adota perfil revelador no Vasco e observa outros garotos

O técnico Vanderlei Luxemburgo se reinventa no Vasco da Gama e tem dado chances para os garotos da base no profissional.

Vanderlei Luxemburgo tem feito bem ao Vasco e o clube tem feito bem ao treinador. Com cinco meses de "projeto", o casamento tem dado liga e demonstrado, por meio das necessidades, um perfil "revelador" do experiente comandante.

O primeiro e mais certeiro tiro foi Talles Magno, de 17 anos, sensação da equipe no Campeonato Brasileiro e uma das principais atrações da seleção brasileira no Mundial da categoria que começará a ser disputado ainda neste mês no Brasil.

Foi Luxa quem o pinçou - ainda com 16 anos -, mesmo com o garoto tendo apenas pouco mais de seis meses no time sub-20 e sendo reserva na campanha que culminou no vice-campeonato da Copa São Paulo de Futebol Júnior, em janeiro.

Sem medo de apostar, bancou o volante Bruno Gomes, de 18 anos, como titular contra o Corinthians e também na vitória da última quarta-feira (16) sobre o Botafogo, quando o jovem fez seu primeiro gol como profissional.

Outro revelado pelo treinador nesta temporada foi o meia-atacante Gabriel Pec, também de 18 anos, e outro que ficou pouquíssimo tempo no elenco do sub-20. O garoto já entrou três vezes neste Brasileiro e se tornou mais uma opção com a ausência de Talles Magno neste período de seleção.

"Fico muito feliz quando vejo o Bruno, de 18 anos, nem aí para o jogo. O Pec também, a mesma coisa. Entra no jogo e parece que está jogando futebol há muito tempo", elogiou Luxa.

Consagrado na carreira por trabalhos que tinham jovens, mas não eram o fator primordial das conquistas, ele viu na fórmula caseira a solução para o Vasco caminhar e respirar de forma mais tranquila daqui para frente.

"Esse é o trabalho que pode recuperar o Vasco. São jovens jogadores sendo lançados para que esse ativo fique forte, e o Vasco possa ter moeda para recuperar a parte de finanças do clube. A categoria de base do Vasco pode abastecer isso", avaliou.

Pai de Bruno Gomes, seu Judimar agradeceu a oportunidade que Vanderlei Luxemburgo tem dado ao seu filho e enalteceu o treinador.

"Isso é demais. Poder ter alguém do porte do Luxemburgo, que consegue ver essa diferença, dar uma oportunidade dessa, bancar um garoto assim... É demais! É um sonho estar no Vasco da Gama, com o Luxemburgo, podendo jogar um clássico e metendo um gol com 18 anos. Nem no meu melhor sonho estava este script", disse ao UOL Esporte.

Luxemburgo é elogiado pelo pai de Bruno Gomes

Pec e o gol de Bruno: "Comemorei como se fosse meu"

Juntos desde as categorias de base, Bruno Gomes e Gabriel Pec agora escrevem novos capítulos em suas carreiras como profissionais do Vasco da Gama graças a Vanderlei Luxemburgo. Para o meia, o gol marcado pelo amigo sobre o Botafogo foi como se fosse seu.

"O gol do Bruno eu comemorei como se fosse meu. Estou muito feliz por ele. Desde pequeno andamos juntos, é como um irmão de mãe diferente para mim", disse Pec ao site oficial do Vasco.

O jovem, aliás, chegou a balançar a rede também, mas o impedimento na jogada acabou anulando aquele que seria seu primeiro gol como profissional assim como Bruno Gomes.

"É uma alegria enorme fazer um gol. Quase que o Pec faz o dele também, aí a felicidade seria muito maior, mas feliz por ter ajudado. Não tem nem como imaginar se os dois tivessem feito gol", declarou Bruno.

Luxa observa outros jovens

Vanderlei Luxemburgo não pretende parar por aqui em relação ao aproveitamento dos jovens da base. Outros nomes que têm treinado com constância entre os profissionais são os goleiros Alexander e Lucão, os laterais direitos Cayo Tenório e Nathan, o lateral esquerdo Alexandre, os zagueiros Miranda e Ulisses, o volante Juninho, e os atacantes Vinícius, Figueiredo e Kaio Magno (irmão de Talles Magno).

Além dos novatos, outros pratas da casa utilizados com frequência por Luxa na equipe são o zagueiro Ricardo Graça, o lateral esquerdo Henrique, o volante Andrey e o atacante Marrony.

Na temporada, aliás, o Vasco já utilizou 17 jogadores da base. O recorde nos últimos dez anos foi na temporada passada, quando 19 foram usados.

Vale lembrar que a equipe sub-20 terminou a primeira fase do Campeonato Brasileiro da categoria em primeiro lugar. O torneio agora vai para um mata-mata a partir das quartas de final, e o Cruzmaltino enfrenta o Atlético-MG, oitavo colocado na classificação geral.

Leia mais sobre: Vanderlei Luxemburgo

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »