Luiz Carlos Winck analisa retorno de Pikachu à lateral-direita do Vasco

O ex-lateral-direito do Vasco da Gama, Luiz Carlos Winck, ainda contou como gostaria de ver Yago Pikachu escalado em campo.

Em participação no Tá na Rede, da Rádio Globo, o ex-lateral-direito do Vasco da Gama, Luiz Carlos Winck, analisou uma mudança na equipe realizada pelo técnico Vanderlei Luxemburgo logo em sua chegada, que foi escalar Yago Pikachu na lateral-direita, sua posição de origem.

Luiz Carlos Winck destacou a ofensividade de Yago Pikachu, que se trata mais de um jogador de apoio, e apontou que se o Camisa 22 jogasse numa segunda linha seria melhor para ele, pelo lado direito e não no meio de campo, sendo que o vê mais como um extrema do lado direito e que assim poderia ter um rendimento melhor em campo.

“Nesse momento Luxemburgo vai procurar observar todos os atletas no menor tempo possível. O Yago Pikachu como era lateral de origem, ele resolveu colocá-lo naquela função. Acho que está há muito tempo sem atuar ali, sendo que ele é um jogador muito de apoio, na frente, talvez jogasse numa segunda linha seria melhor para ele, no lado direito e não no meio de campo. Eu o vejo como um extrema do lado direito na frente da primeira linha, acho que assim ele poderia render muito bem”, disse o lateral-direito.

Luiz Carlos Winck é um grande conhecedor da posição, ele que foi um lateral-direito de muito sucesso, com passagens por diversos clubes e a Seleção Brasileira. Em São Januário, ficou marcado por ser o responsável pelo cruzamento que ocasionou no gol do título Brasileiro de 89, marcado por Sorato. Ele ainda conquistou o Carioca de 1992 pelo Vasco.

Leia mais sobre: Yago Pikachu, Notícias Exclusivas

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »