Lucão revela inspiração em Barbosa e alerta para estigma do goleiro negro

O goleiro do Vasco da Gama, Lucão, afirmou que conheceu a história de Barbosa e vê alguns detalhes de se no ex-goleiro.

Lucão veste camisa comemorativa ao centenário de Barbosa
Lucão veste camisa comemorativa ao centenário de Barbosa (Foto: Reprodução/ Twitter do Vasco)

Em meio às homenagens a Barbosa, que completaria 100 anos neste sábado, o Vasco enfrenta o Madureira, às 15h30, em Xerém, com um negro no gol: Lucão, que nesta sexta posou com a camisa comemorativa do centenário do ídolo e com o gesto do punho cerrado (símbolo do movimento negro). Mas sua ligação com o ex-goleiro vai além da cor.

Como a maioria das crias do Vasco, Lucão estudou no Colégio Vasco da Gama. Um dos trabalhos era pesquisar a história de ídolos do clube. Foi assim que teve seu primeiro contato com quem hoje o inspira.

— Assim que cheguei no Vasco o pessoal já dizia que eu tinha um pouco das características dele. E, no colégio, quando tinha trabalho, eu procurava ir atrás de goleiros. Assim consegui conhecer a história dele. Acabei me aprofundando mais. Vi que alguns detalhes eram parecidos comigo mesmo e que ele abriu portas para a gente. Se hoje há goleiros pretos jogando por aí acredito que foi ele que começou esta história — afirma Lucão.

Os caminhos de Lucão e Barbosa se estreitaram ainda mais em dezembro, após a eliminação do Vasco na Copa Sul-americana. O jovem vascaíno falhou no gol que deu a vitória e a classificação para o Defensa Y Justicia-ARG. No fim do jogo, caiu em tristeza e foi às lágrimas diante das câmeras de TV. Aquela imagem sensibilizou Tereza Borba, filha do ex-goleiro.

— Entrei em contato com ele e começamos a conversar. Falei: “Lucas não desista nunca. O Barbosa passou por tantas coisas e ele continuou sempre sorrindo, contente, alegre. Eu acredito em você, na sua estrela. Ela vai brilhar, e você vai conseguir ter o nome que merece”. Ele ficou super agradecido — contou Tereza, que mantém o contato com o atual titular da meta vascaína. — Vejo muito do Barbosa no Lucas.

Engajado na luta antirracista, Lucão denuncia a presença do estigma do goleiro preto ainda nos dias de hoje. Após um Campeonato Brasileiro em que, dos 72 arqueiros participantes, apenas 16 eram negros, ele alerta para a necessidade de se dar mais oportunidades.

— Você pega o Brasileiro do ano passado e vê poucos goleiros pretos atuando. Lembro agora de mim, do Neneca, do Flamengo; e do Jailson, do Palmeiras. Ainda são números pequenos que a gente queria ver crescer — aponta o goleiro, de 20 anos, que enaltece o histórico do Vasco na luta contra o racismo.

— Mas ainda bem que tem um Gigante da Colina que, a cada ano, mostra a sua importância por ser pioneiro nisso. Então a gente acredita que, um dia, isso possa se tornar comum em todos os clubes. E que esse estigma acabe logo, porque ainda sofremos com ele.

Fonte: O Globo Online

Leia mais sobreBarbosaLucão
1 comentário
  • D. Armando10 - 28 de março de 2021

    Barbosa: um herói injustiçado que sofreu em silêncio por mais de 50 anos.
    Obrigado Barbosa e perdoe os preconcituosos.

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
20 de setembro de 2021
Nenê mostra insatisfação com empate, mas celebra volta com gol a São Januário

Insatisfeito com empate do Vasco da Gama contra o Cruzeiro, Nenê não deixou de celebrar seu gol na retorno a São Januário.

Globo divulga nota se desculpando por erro em Vasco x Cruzeiro

TV Globo não informou que segundo gol do Vasco da Gama havia sido anulado e informou o placar final da partida errado.

19 de setembro de 2021
Falha de comunicação fez Fernando Diniz substituir Nenê por engano contra o Cruzeiro

Um equívoco fez com que o meia Nenê fosse substituído por engano no empate do Vasco da Gama diante do Cruzeiro.

Fernando Diniz comemora retorno da torcida a São Januário: ‘Ajudou demais’

Técnico do Vasco da Gama, Fernando Diniz comemorou o retorno do público ao Estádio de São Januário neste domingo.

Diniz mostra incômodo com mais um gol sofrido pelo Vasco nos acréscimos

Técnico do Vasco da Gama, Fernando Diniz não escondeu sua frustração com empate diante do Cruzeiro e detonou a arbitragem.

Fernando Diniz critica arbitragem e lamenta empate contra o Cruzeiro

Treinador do Vasco da Gama, Fernando Diniz, critica a arbitragem e lamenta mais um empate do time na competição.

1º vascaíno a entrar em São Januário neste domingo celebra retorno: ‘Não tem igual’

O primeiro torcedor do Vasco da Gama a entrar em São Januário neste domingo, comemorou o retorno do público aos estádios.

Risível! Vasco divulga balanço do chamado ‘Evento Teste em Vasco x Cruzeiro’

Diretoria do Vasco da Gama divulgou o ‘Balanço evento-teste Vasco x Cruzeiro’, numa atitude cômica de exaltação do erro.

Torcedores reclamam e Vasco justifica escolha de laboratório para exames de Covid

Torcedores do Vasco da Gama se queixaram do valor salgado cobrado no ingresso e no teste de Covid-19, exigido para o duelo com o Cruzeiro.

São Januário recebeu 309 torcedores contra o Cruzeiro; veja a renda

Com volta da torcida para o jogo do Vasco da Gama contra Cruzeiro, São Januário recebeu 309 torcedores e uma renda de R$ 34.625.

Veja mais notícias