Leven tentará derrubar liminar que suspendeu eleição e fala em expulsar Mussa do Vasco

Leven Siano diz que tentará derrubar a liminar que suspendeu a eleição e falou em expulsar Mussa do Vasco da Gama.

Leven Siano, da chapa “Somamos”, foi o candidato que recebeu mais votos na eleição presidencial do Vasco, realizada neste sábado. O resultado, porém, está sub judice após o pleito ser suspenso por uma decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Leven recebeu 1.155 votos, ficando à frente de Jorge Salgado, da “Mais Vasco”, com 921, Julio Brant, da “Sempre Vasco”, com 862, de Alexandre Campello, da “No Rumo Certo”, com 336, e Sérgio Frias, da “Aqui é Vasco”, que teve 153. Tiveram ainda 15 brancos e quatro nulos.

No total, 3.447 sócios foram a São Januário escolher candidato — destes votos, 316 foram de sócios anistiados, em urna separada, e 113 após a retomada da votação.

Em suas primeiras palavras após o resultado, Leven Siano afirmou que irá tentar derrubar a liminar que suspendeu a eleição na Justiça:

“Segunda-feira vamos caçar a liminar para ser então confirmado como presidente. Não tenho nenhuma dúvida de que vamos caçar a liminar. Estamos preparados para enfrentar qualquer desafio do poder judiciário, esse é meu dia a dia, e nós vamos colocar as coisas em seu devido lugar”.

Esta foi a primeira eleição direta na História do Cruz-Maltino. Até 2017, o sócio votava nas chapas concorrentes e as duas primeiras formavam o Conselho Deliberativo. A primeira colocada indicava 120 conselheiros e a segunda, mais 30. Estes 150 se juntavam aos outros 150 natos e os 300 realizavam uma votação interna para a escolha do presidente.

A contagem das cédulas, mesmo com a eleição suspensa, aconteceu apenas porque a retenção das urnas lacradas dependeria de alguns trâmites burocráticos que exigiam um tempo hábil maior. Desta forma, optou-se por contabilizar os votos e, agora, aguardar os próximos passos na Justiça.

Chapas de Brant, Campello e Salgado não participam de retomada e contagem

Interpretando que a eleição perdeu a validade após a suspensão judicial, as chapas de Alexandre Campello (No Rumo Certo), Jorge Salgado (Mais Vasco) e Julio Brant (Sempre Vasco) decidiram não participar tanto da retomada da votação, depois da decisão do tribunal, quanto da contagem dos votos.

Na apuração, estiverem somente os integrantes das chapas de Leven Siano (Somamos) e Sérgio Frias (Aqui é Vasco), além dos integrantes da mesa diretora.

Leven fala em expulsar Mussa

Também depois do resultado, Leven Siano falou em expulsar o presidente da Assembleia Geral do Vasco, Faues Cherene Jassus, o Mussa, do quadro social caso seja confirmado como presidente do clube.

“Acho que o Mussa precisa ser expulso do clube. Sua atuação não é isenta, não é imparcial e vamos conseguir expulsá-lo do clube”, disse Leven.

Pleito recheado de polêmicas

O evento para a escolha do novo presidente teve diversas polêmicas. A primeira delas, antes mesmo de começar. Na noite de sexta-feira, o desembargador Camilo Ribeiro Ruliére derrubou liminar que determinava que o pleito fosse on-line no próximo dia 14. Além disso, remarcou a votação para este sábado, de forma presencial.

O ato causou uma correria nos bastidores das chapas concorrentes. Faues Cherene Jassus, o Mussa, presidente da Assembleia Geral, porém, entrou com um pedido de reconsideração da decisão Ruliére e, já à noite, com a eleição em andamento, foi concedido pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Após receber a notificação, Mussa assinou e interrompeu a votação que estava em curso, o que causou revolta em Leven Siano, que liderava segundo as pesquisas de boca de urna e chegou a ameaçar abandonar em pleito em caso de nova data.

Após o presidente da Assembleia Geral ir embora, porém, a mesa diretoria reviu a decisão e retomou a votação. Diante disso, Julio Brant, da “Sempre Vasco”, retirou a chapa, sendo seguido por Jorge Salgado, da “Mais Vasco”, e Alexandre Campello, que tenta reeleição pela “No Rumo Certo”. A apuração, inclusive, não contou com fiscais destes três grupos. Apenas membros da “Somamos” e da “Aqui é Vasco” estiveram presentes na contagem.

Fonte: Uol

Nenhum comentário ainda.
Deixe sua opinião

Últimas notícias
18 de junho de 2021
Mesmo pressionado, Cabo conta com apoio do elenco do Vasco

Apesar do mau momento atual, elenco do Vasco da Gama simpatiza com o trabalho de Marcelo Cabo e também com seu jeito de ser no dia a dia.

Sempre Vasco critica montagem do elenco para a Série B e diz que ‘quer ajudar’

Grupo político de Julio Brant criticou o atual elenco do Vasco da Gama e se colocou à disposição de Salgado para ajudar no que for preciso.

Vasco encara o Athletico-PR nesta sexta pelo Brasileiro Sub-17; SporTV transmite

Athletico-PR e Vasco da Gama se enfrentam nesta sexta-feira (18), às 19h, no CT do Caju, em Curitiba, pela 7ª rodada do Brasileiro Sub-17.

Vasco foi derrotado pelo CRB na última vez que enfrentou o time alagoano

Último Vasco da Gama x CRB aconteceu em outubro de 2016, em São Januário, também pela Série B, e equipe alagoana saiu vitoriosa por 2×1.

Nos últimos 200 jogos, Vasco teve menos de 50% de aproveitamento

Aproveitamento do Vasco da Gama nas últimas 200 partidas, que contam desde 2018, foi de 46,33%; foram 74 vitórias, 56 empates e 70 derrotas.

17 de junho de 2021
Marcelo Cabo tem mais que o dobro de vitórias em comparação a derrotas no Vasco

Em 21 jogos comandando o Vasco da Gama, Cabo tem 9 vitórias, 8 empates e 4 derrotas; aproveitamento é de 55,5%.

Vasco encerra 4ª rodada da Série B em 15º lugar e a apenas 1 ponto do Z4

Com 4 pontos conquistados em 12 disputados, o Vasco da Gama está a apenas 1 do Vitória, primeira equipe da zona de rebaixamento da Série B.

4-4-2 ou outro! Vasco precisa sair do 4-3-3 de ‘conforto’ e testar um esquema diferente

As opções são limitadas, mas qualidade não é o único problema do Vasco da Gama, que precisa sair da zona de conforto testar outro esquema.

Werley consegue rescisão na Justiça e não é mais jogador do Vasco

Fora dos planos da diretoria, o zagueiro Werley conseguiu uma liminar na Justiça para rescisão indireta com o Vasco da Gama.

Cabo mantido e cobrança interna: clima no Vasco esquenta após derrota para o Avaí

Sem Jorge Salgado, Alexandre Pássaro se reuniu com elenco e comissão técnica, e futuro de Marcelo Cabo depende do resultado contra o CRB.

Veja mais notícias