Justiça rejeita embargos do Vasco em ação de penhora de Joel Santana

A 7ª Câmara Cível do TJRJ rejeitou os embargos de declaração impetrados pelo Vasco da Gama, em ação de Joel Santana.

De acordo com informação do jornalista David Nascimento, do “Lance!”, a 7ª Câmara Cível do TJRJ, por unanimidade, rejeitou na tarde da última quarta-feira os embargos de declaração impetrados pelo Vasco da Gama em ação movida pelo técnico Joel Santana, que originou a penhora de R$ 1.038.399,15 a favor do ex-comandante vascaíno.

“Por unanimidade, a 7ª Câmara Cível do TJRJ rejeitou na tarde desta quarta-feira os embargos de declaração impetrados pelo Vasco em ação que originou decisão de penhora de R$ 1.038.399,15 a favor de Joel Santana. A relatoria foi do desembargador André Andrade”, iniciou o jornalista.

Com a nova derrota do Vasco na Justiça, está mantida a penhora a favor de Joel Santana, que envolve valores da venda de Philippe Coutinho, valores a serem pagos pela CBF em decorrência da participação do Cruzmaltino na Copa do Brasil e Libertadores, além de cotas de televisão e créditos da Dilly Sports.

“A penhora a favor de Joel Santana em ação contra o Vasco engloba valores da transferência do Philippe Coutinho; a serem pagos pela CBF em decorrência da participação na Copa do Brasil e Libertadores; cotas de TV e créditos da Dilly Sports”, concluiu o jornalista.

Joel Santana acumula diversas passagens pelo Vasco nos últimos 30 anos, sendo que a última foi em 2014. Enquanto esteve em São Januário também conquistou títulos, com destaque para a Copa Mercosul e Campeonato Brasileiro (2000) e o bicampeonato Carioca (1992 e 1993).

Leia mais sobre: Joel Santana, Notícias Exclusivas

Comentários

Leia também