Justiça rejeita embargos de Leven Siano e Monteiro; Salgado segue presidente

Na tarde desta terça-feira, a Justiça do Rio de Janeiro negou os embargos de Leven Siano e Roberto Monteiro sobre a eleição do Vasco da Gama.

Avatar
Por Tauan Montalvão
-  6 de abril de 2021 às 16:27-  Atualizada em 6 de abril de 2021 às 16:31
Leven Siano e Roberto Monteiro
Leven Siano e Roberto Monteiro (Foto: Paulo Fernandes)
data-full-width-responsive="true"

Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), negou os recursos de Leven Siano e Roberto Monteiro, que buscavam a validação da eleição realizada no Vasco da Gama no dia 07 de novembro de 2020.

Com a decisão, Jorge Salgado segue legitimado presidente do Clube, com base na eleição online realizada no dia 14 de novembro de 2020, sob responsabilidade da empresa Eleja Online.

Por unanimidade, os desembargadores decidiram pela não aceitação dos embargos do ex-candidato à presidência do Clube e do ex-presidente do Conselho Deliberativo. Vale ressaltar que eles ainda podem recorrer da decisão.

Segundo o Esporte News Mundo, os dois recursos foram julgados em conjunto, com relatoria do desembargador Custódio de Barros Tostes, que negou contradições, mantendo o mesmo posicionamento da decisão anterior.

Ainda há um julgamento para acontecer na Justiça do Rio de Janeiro, sobre ação de um grupo de sócios que pediram a anulação do pleito vencido por Salgado, porém a data não foi marcada.

Enquanto isso, o Vasco segue buscando vitórias no Campeonato Carioca e Copa do Brasil para chegar mais confiante para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro.

Os problemas extra-campo contribuíram expressivamente para a queda do Clube pela quarta vez ao segundo escalão do futebol nacional.