Justiça determina que lado direito do Maracanã fique com tricolores

A Justiça determinou que o lado direito do Maracanã fique destinado a torcedores do Fluminense na final da Taça Guanabara.

O juiz Sandro Lucio Barbosa Pitassi, da 37ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, concedeu liminar em favor do Fluminense no que diz respeito ao uso do Setor Sul do Maracanã. Na tarde desta sexta-feira, o Tricolor recorreu ao Poder Judiciário depois de o Vasco anunciar que a sua torcida ocuparia o local no clássico de domingo, às 17h (de Brasília), que apontará o campeão da Taça Guanabara.

Pedro Abad, mandatário tricolor, havia confirmado, em entrevista ao GloboEsporte.com, que o clube iria à Justiça para fazer valer o contrato firmado com o estádio em 2013. Segundo ele, o quarto aditivo assinado entre as partes estabelece que o Setor Sul será dos tricolores inclusive em partidas como visitante.

Pois a decisão judicial reconheceu o referido argumento. Além disso, o magistrado determinou que o Vasco e a Ferj sejam notificados e estabeleceu multa de R$ 50 mil por hora de venda de ingresso em desacordo ao ora estabelecido.

No começo da tarde, o Vasco iniciou a venda de ingressos em São Januário. Alguns torcedores compraram entradas para o Setor Sul.

O debate sobre o lado da torcida vem desde 2013, quando o Maracanã foi reaberto após obras para a Copa. O Fluminense fez um acordo com a administração do estádio e passou a alocar sua torcida no Setor Sul. O Vasco alega que o local é usado tradicionalmente pelo clube desde a inauguração do Maracanã, em 1950.

Leia mais sobre: Campeonato Carioca

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »