Jorge Salgado reafirma que participa de nova eleição caso a Justiça determine

O possível presidente do Vasco da Gama, Jorge Salgado, disse ainda que acredita na validade da eleição realizada no dia 14.

Avatar
Por Willams Meneses
-  26 de novembro de 2020 às 16:14-  Atualizada em 26 de novembro de 2020 às 20:30
Jorge Salgado comemora vitória na eleição do Vasco (Foto: Divulgação/Mais Vasco)

A polêmica eleição do Vasco da Gama ganhou um novo capítulo na última quarta-feira (25). Desta vez, o próprio Clube solicitou na Justiça para que aconteça uma terceira eleição em 12 de dezembro, com Leven Siano, da chapa Somamos, e Jorge Salgado, da Mais Vasco.

O pedido repercutiu de forma negativa por parte de Leven Siano, que no Twitter disse que existe uma ‘união contra a democracia’, mas ressaltou que confia na Justiça. Vencedor da eleição do dia 7, o advogado tem frisado que não participa de um novo pleito, o que se concretizou no dia 14.

Quanto a Jorge Salgado, ele se manifestou sobre o caso através de uma nota à imprensa. Nela, ele reafirmou que acredita na legalidade da eleição do dia 14, mas que acatará a decisão da Justiça caso determine um novo pleito, e ainda ressaltou que a votação do dia 7 teve irregularidades e não houve uma conclusão.

Confira a nota na íntegra

Jorge Salgado afirma que acatará decisão da Justiça
Jorge Salgado afirma que acatará decisão da Justiça (Foto: Reprodução)

A nota foi divulgada pelo jornalista Lucas Pedrosa, da TV Bandeirantes. Com o novo capítulo, a eleição do Vasco segue sem prazo para se definida, o que está implicando diretamente no processo de transição de gestão, que já era para estar começando, sendo que Alexandre Campello continuará na presidência até dia 15 de janeiro de 2021.

Leia Mais Sobre