Jogadores projetam segundo turno mais complicado para o Vasco

Leandro Castan e Fernando Miguel afirmam que o segundo turno do Brasileiro será mais complicado para o Vasco da Gama.

O Vasco encerrou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro com um triunfo de 2 a 1 sobre a Chapecoense, resultado que fez o Cruz-Maltino chegar aos 23 pontos, se mantendo longe da zona de rebaixamento. O técnico Vanderlei Luxemburgo e os jogadores estão adotando o discurso de que a prioridade do time é mesmo se manter distante da área da degola.

“A tendência é que o segundo turno seja mais complicado, pois as equipes estão mais formadas, mais arrumadas e sabendo das suas reais necessidades. Portanto, sabemos que as dificuldades serão maiores”, disse o zagueiro Leandro Castán.

Segundo os matemáticos, metade dos pontos necessários para permanecer na elite nacional já foi conquistada. Os cálculos giram em torno de 45 pontos para não correr nenhum risco de jogar a Segundona em 2020. O fato deixa os vascaínos animados, porém cientes de que ainda têm muito para acontecer na temporada. Não há motivo para comemorações, pois eles entendem que o segundo turno vai ser mais complicado.

O goleiro Fernando Miguel concorda. “O segundo turno vai ser mais complicado ainda, pois os times estão com os elencos definidos, com os times mais prontos e a entrega é ainda maior, pois a temporada está mais perto do fim e todos querem atingir seus objetivos. O Vasco tem a noção de que isso vai acontecer e vamos trabalhar muito para que o nosso desempenho seja melhor que apresentamos até o momento”, analisou o arqueiro.

O elenco, que ganhou folga nesta segunda-feira, volta aos trabalhos nesta terça, quando começa a preparação para o duelo contra o Athletico-PR, previsto para este domingo, às 16h (de Brasília), em São Januário, no Rio de Janeiro, pela vigésima rodada do Campeonato Brasileiro, a primeira do segundo turno.

Para este compromisso Vanderlei Luxemburgo terá o retorno do lateral-direito Yago Pikachu, que cumpriu suspensão diante da Chapecoense e deve retomar o posto do paraguaio Raúl Cáceres.

Leia mais sobre: Campeonato Brasileiro, Fernando Miguel, Leandro Castan

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »