Jogadores do Vasco abriram mão do salário para funcionários receberem

O técnico Vanderlei afirmou que os jogadores abriram mão de receber salário para o Vasco da Gama pagar os funcionários.

O Vasco quitou, na última sexta-feira, um mês de salário para os funcionários do clube. Em resumo semanal na "Vasco TV", o técnico Vanderlei Luxemburgo afirmou que isso só foi possível porque os jogadores abriram mão de receber o pagamento, ficando apenas com as premiações que estavam pendentes. O comandante vascaíno também optou por continuar com a dívida.

- Falar sobre a dignidade e a demonstração dos jogadores, que estão totalmente ajustados com os problemas do clube. Eles tinham um salário para receber e abdicaram. Receberam as premiações pendentes e o restante eles abriram mão para que pudessem pagar os funcionários. Se sensibilizaram com o que vem acontecendo. O presidente está correndo atrás de acertar até o final do mês, deixar as coisas mais redondas e mais claras. Podem regularizar até o final do mês isso para todos. Fiquei satisfeito com a atitude dos jogadores. Como eles abdicaram, eu como comandante também não recebi o salário. Estou junto com os jogadores - afirmou.

O Vasco vive situação financeira complicada desde o início da temporada. O presidente Alexandre Campello ainda tenta captar os R$ 20 milhões do empréstimo aprovado pelo Conselho Deliberativo em junho.

Agora, o Vasco ainda deve dois meses de salários aos funcionários que recebem até R$ 1,5 mil. Para quem ganha mais, são três meses em aberto.

Com os jogadores, a dívida é de dois meses de CLT e cinco de direitos de imagem. Essa dívida pode aumentar caso o clube não acerte mais nada até o dia 20, data acordada com a diretoria para os pagamentos.

Leia mais sobre: Vanderlei Luxemburgo

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »