Jogador de costas e oração: Vasco vive tensão pré-pênalti; veja vídeo

Luxemburgo, jogadores e comissão técnica do Vasco da Gama não esconderam o nervosismo antes do gol de pênalti de Pikachu.

Time que mais perdeu pênaltis no Brasileirão até agora, o Vasco enche de tensão não apenas seus torcedores na hora das cobranças. Na vitória sobre o Fortaleza por 1 a 0, no domingo, em São Januário, o nervosismo ficou estampado no rosto de jogadores e integrantes da comissão técnica antes de Yago Pikachu bater a penalidade que definiu o resultado.

Antes da partida do último domingo, o Vasco havia perdido quatro de nove pênaltis no Brasileirão. Dois dos erros foram do próprio Pikachu, que não cobrava desde a derrota para o Cruzeiro, no dia 1 de setembro. Quando ele pegou a bola diante do Fortaleza, o técnico Vanderlei Luxemburgo sentou no banco de reservas e preferiu não olhar a cobrança.

Atrás do gol, os reservas do Vasco que se aqueciam também deixavam clara a tensão. Enquanto Bruno César ficou de costas e preferiu não olhar, Danilo Barcelos se ajoelhou com os mãos na direção do céu. Com o colete na boca, Tiago Reis se abraçou com Bruno Gomes. Já Marcos Júnior e Ricardo Graça se debruçaram sobre a placa de publicidade.

No fim, a tensão deu lugar à alegria com o gol da vitória do Vasco.

Veja o vídeo:

Leia mais sobre: Campeonato Brasileiro, Futebol

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »