Joel se surpreende com demissão no Vasco e fala em acertar com o Botafogo

Joel Santana não gostou da forma como sua saída foi conduzida pelo Vasco e diz que aceitaria comandar o Botafogo na Série B.

Joel Santana encerrou nesta quarta-feira a sua quinta passagem por São Januário. Depois de três meses e 19 jogos no comando da equipe entre setembro e novembro, o treinador não terá o seu contrato renovado pela nova diretoria do Vasco. O anúncio foi feito no site oficial do clube após contato telefônico entre Joel e o vice-presidente de futebol José Luis Moreira. Só que o Papai não gostou da forma como sua saída foi conduzida pelo Cruz-Maltino. Evitando usar a palavra magoado, o treinador se disse surpreso.

- Tem de perguntar para a diretoria do Vasco porque me tiraram. Eu alcancei o objetivo, eles que precisam falar. Não estou magoado. O Zé Luis (vice-presidente de futebol) me ligou nesta quarta. Pelo menos ele foi honesto. É um direito do clube, não tem problema algum. Só estou surpreso como a situação foi conduzida. Poderia ter sido antes. Poderiam falar que não tem condições de pagar meu salário, que o clube está mal das finanças. Falar que poderiam pagar isso no Carioca e aquilo no Brasileiro. O que não pode é me cozinhar, né? Me deram o osso, agora todos querem o filé mignon. Isso não vai mudar o meu jeito de ser. Não tenho nada a reclamar, só agradecer. Mas, pela história que tenho no Vasco, não gostei da forma como a saída foi conduzida. Melhor não falar mais do que isso. O mais aborrecido neste momento sou eu. Melhor ficar mesmo com essa dor no peito - disse em entrevista por telefone ao GloboEsporte.com.

Em sua quinta passagem por São Januário, Joel comandou o Vasco em todo o segundo turno da Série B do Campeonato Brasileiro. Em 19 jogos, acumulou oito vitórias, sete empates e quatro derrotas, com 54,3% de aproveitamento. Depois de passar 17 meses longe do futebol, voltou às manchetes com a oportunidade de reconduzir o clube à elite do futebol nacional. E até por isso espera já estar novamente empregado antes do dia 25 de dezembro, data de seu aniversário. No meio de sua resposta, o treinador citou até que aceitaria o desafio de repetir a dose com o recém-rebaixado Botafogo, afirmando que atletas do clube já lhe telefonaram com esse intuito.

- Foi bom para os dois lados. Quem ia aceitar o desafio depois daquela derrota de 5 a 0 para o Avaí? Eu aceitei. Mas acho que antes do dia 25 vai aparecer um outro clube. Não fico programando o futuro. O que eu queria, consegui: recolocar o Vasco na Série A. Quase sem tempo para treinar, aos trancos e barrancos. Mas subimos. Veja o que o Palmeiras passou, o sofrimento de Vitória e Bahia com o rebaixamento. Disputar a Série B não é fácil. Veja o que o nosso glorioso Botafogo está enfrentando. Encontro torcedores nas ruas e alguns me perguntaram se eu aceitaria a missão de ajudar o Botafogo em 2015. Digo que se me chamarem, eu vou. Alguns jogadores de lá até me ligaram para falar a mesma coisa, se eu aceitaria. Eu disse que sim - revelou ele, que tem três passagens pelo Alvinegro (1997, 2000 e 2010/11).

Joel está fora do Vasco

Mágoa com foto polêmica

Mas o que irritou mesmo Joel nos últimos dias foi uma foto que circulou pelas redes sociais. Na imagem, o treinador, ainda técnico do Vasco, posava com uma mulher que segurava uma camisa em alusão ao rival Flamengo. O registro foi tirado em um recente evento realizado para homenagear os 500 jogos de Leo Moura pelo Rubro-Negro.

- Não se pode mais ir à comemoração de um amigo. Quase não consegui ir, cheguei às 17h. Tirei foto com muita gente, mais de 100. Estavam distribuindo uma camisa em alusão aos 500 jogos do Leo Moura pelo Flamengo. Acha que vou olhar camisa por camisa? Ai a menina vai e segura outra camisa com uma frase para me comprometer. Queria seus 15 minutos de fama e conseguiu. É por causa de situações como essa que pessoas públicas são tachadas de chatas, de mal educadas. Papai Joel é legal, atende a todos. Ai vem uma pessoa sem caráter e faz isso. Alguma coisa a menina lucrou com isso, só não sei o quê - frisou.

Leia mais sobre: Joel Santana

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »