Henríquez se mostra motivado para o clássico contra o Flamengo e diz: 'Final'

O zagueiro do Vasco da Gama, Henríquez, trata clássico como uma final e diz que vitória representará mais que só três pontos.

O Vasco fechou o treino apronto no CT do Almirante para o clássico desta quarta-feira no Maracanã. Prática incomum no clube de Vanderlei Luxemburgo, que costuma permitir acesso a todas as atividades. O zagueiro Henriquez não fez a menor questão de esconder o motivo: o clássico é uma "final". Um "título" que estará em jogo.

O momento, para Henriquez, é de tentar atrapalhar o bom momento do rival que, além de estar próximo do título brasileiro, disputa a final da Libertadores no próximo dia 23, em Lima, no Peru.

- Para nós representaria um título ganhar deles. Encaro esse jogo como uma final. Ganhar deles representaria muito para nossas aspirações pessoais e objetivos no campeonato.

Henriquez não terá Castan, suspenso, ao seu lado na zaga. Ricardo Graça, que se recupera de lesão na coxa esquerda, seria o primeiro substituto. Se ele não puder jogar, Werley passa a ser o favorito para a vaga, com Miranda como terceira opção.

Sobre o momento de decisões para o rival, Henriquez disse:

- Acho interessante esses ingredientes. Eles têm uma semana decisiva. A gente não encara a partida pensando no rival, mas sabemos o que representaria para a torcida essa vitória. Uma vitória não representará só três pontos. Esses ingredientes fazem encarar o jogo como uma final. Ganhar e gerar essa instabilidade.

Confira os melhores trechos da coletiva de Henriquez:

Metas

Primeiro tem de avaliar essa reta final de campeonato. Temos de conseguir logo vitórias que zerem essa questão de rebaixamento, e em seguida pensar em segurar uma vaga na Sul-Americana. Com o Flamengo é diferente, há uma expectativa de todos, eles também precisam confirmar os pontos para o título, é um clássico com uma história gigante.

Atrapalhar momento do rival

Claro, não vejo outro time, pela história, pela rivalidade, que tenha mais representatividade para fazer isso. Fica uma expectativa de todos de que o Vasco possa surpreender. Representaria um título. O clássico foi adiantado e ficou essa ponte para reta final do campeonato. Não vamos fugir desse momento especial, momento perfeito, é um bonito desafio.

Favorito?

Acho que temos de lembrar que clássico é aberto, não se vê posição dos times na tabela.

Permanência de Luxa

Ficou em evidência o trabalho do Luxemburgo. Foi preciso o clube buscar alguém com essa experiência, alguém que passasse essa malandragem O Vasco é um clube gigante. Ter um Vasco forte, disputando as primeiras posições, ajuda não só o futebol do Rio, mas do Brasil. Ele já ganhou o Brasileiro, tem toda a inteligência para traçar o planejamento do clube.

Futuro

Primeiro temos objetivos a cumprir, depois falaremos disso.

Entrosamento sem Castan

Acho que o conjunto a gente vem trabalhando como um todo. Então independente de quem estiver na posição, temos de trabalhar o conjunto para melhorar o sistema defensivo. Sempre temos algo a melhorar.

Henríquez se mostra animado para o clássico

Como jogar contra o Flamengo

Vamos tentar entender esse futebol deles, observar o jogo deles contra o Botafogo, quando tiveram dificuldades. Foi uma partida interessante, o Botafogo fechou a saída de bola. Em Brasília (no primeiro turno), tivemos umas três oportunidades antes de sofrermos o gol. Então a nossa ideia é tentar tapar essa saída de bola. Do meio para a frente, eles são muito bons. Então é não deixar essa bola chegar tanto no meio, aumentar a porcentagem de erro deles na saída de bola, e explorar contra-ataques. O Bahia explorou.

Cera e muitas faltas são recursos para parar o Fla?

Não, acho que não. São coisas muito do jogo. Esse jogo requer personalidade. Colocar a bola no chão, jogar de igual para igual, ter a mesma intensidade que eles têm.

Leia mais sobre: Vasco x Flamengo, Henríquez

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »