Gustavo Torres pode ter 1ª chance como titular no Vasco

O atacante colombiano Gustavo Torres pode ter sua oportunidade como titular no Vasco da Gama, na partida contra o São Paulo.

Por França Fernandes
-  22 de novembro de 2020 às 12:31-  Atualizada em 22 de novembro de 2020 às 12:31
Gustavo Torres no CT do Almirante (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Recém-chegado ao Vasco, o colombiano Gustavo Torres pode ganhar a primeira chance como titular no duelo com o São Paulo, hoje (22), no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. O atacante, anunciado há menos de um mês, é postulante à vaga deixada por Talles Magno, afastado do elenco após teste positivo para Covid-19.

A oportunidade, inclusive, pode vir em um momento em que a equipe cruz-maltina patina e o técnico Sá Pinto busca melhorias para engatar uma sequência de resultados positivos. Com a zona de rebaixamento batendo à porta, os três pontos se tornam cruciais para o time de São Januário.

Emprestado pelo Atlético Nacional, da Colômbia, até o fim do ano que vem, Gustavo Torres já mostrou um estilo mais irreverente logo na chegada, quando fez dancinha na concentração e arrancou risadas dos companheiros. Ele, inclusive, “colou” com o grupo dos gringos do elenco, que conta também com os argentinos Benítez, Cano e Leo Gil.

O próprio Cano, xodó da torcida vascaína, vem auxiliando na adaptação de Torres. Os dois já se conheciam de tempos atrás, quando foram rivais na Colômbia, onde o camisa 14 já defendeu o Deportivo Pereira e o Independiente Medellín.

“Já nos enfrentamos muitas vezes na Colômbia porque ele [Cano] estava no time rival da cidade. Me recebeu bem e disse que eu serei feliz. Vamos dar muita alegria ao Vasco”, lembrou, na apresentação.

Agora, Torres briga por mais espaço no elenco e, quem sabe, para se tornar mais cativo entre os 11 iniciais escalados pelo técnico português

Colombianos caíram nas graças da torcida

Recentemente, dois jogadores da Colômbia caíram nas graças da torcida vascaína. O atacante Riascos e o volante Fredy Guarín, citados por Torres na chegada ao clube.

“Conheço alguns jogadores que passaram por aqui, como Manga Escobar, com quem falei, Duvier Riascos. E também uma referência como Fredy Guarín, que foi importante aqui. Esperamos seguir com essa marca e fazer as coisas muito bem”, indicou.

Riascos teve duas passagens pela Colina, entre 2015 e 2016 (ano em que foi campeão do Carioca) e, posteriormente, em 2018. Com gols, principalmente contra o rival Flamengo, ganhou o carinho dos cruz-maltinos.

Já Fredy Guarín teve por um período menor em São Januário. Contratado como reforço no meio do ano passado, o jogador teve boas atuações e rapidamente foi alçado à “equipe ideal” do time então comandado por Luxemburgo. O volante renovou contrato na virada da temporada e até fez uma tatuagem em homenagem ao Vasco, mas, em julho, após conversas com a diretoria, pediu para voltar ao país natal alegando problemas pessoais.

Fonte: Uol