Goleiro do Bahia isenta Castan ao comentar pancada no rosto; médico tranquiliza

Douglas, goleiro do Bahia, disse não ter visto maldade no zagueiro do Vasco da Gama, Leandro Castan, que foi expulso.

Anderson Montalvão
Por Anderson Montalvão
-  31 de janeiro de 2021 às 19:45-  Atualizada em 31 de janeiro de 2021 às 19:45
Falta de Leandro Castan em Douglas Friedrich, goleiro do Bahia
Falta de Leandro Castan em Douglas Friedrich, goleiro do Bahia
data-full-width-responsive="true"

O saldo do encontro entre a sola de Leandro Castan e o rosto do goleiro Douglas rendeu cinco pontos ao jogador do Bahia. Pela jogada, o zagueiro do Vasco levou vermelho direto no empate por 0 a 0, neste domingo, em São Januário.

– Teve um corte profundo, a princípio sem suspeita de fratura ou uma lesão mais grave, e não tem nenhum sintoma neurológico. Tomou 5 pontos e está sob observação. A princípio não preocupa para os próximos jogos – disse o médico do Bahia, Daniel Araújo.

Com a bola rolando, a jogada culminou com um gol do Vasco, anotado por Ygor Catatau. Só que o lance foi invalidado após o árbitro Wilton Pereira Sampaio consultar o VAR. A beira do campo, Castan alegou à arbitragem que não viu Douglas chegando e que o goleiro saiu nos pés dele. O próprio goleiro do Bahia não viu maldade na entrada do zagueiro do Vasco.

– Pancada forte, mas estou melhorando. Pegou na garganta, o que incomoda, mas era uma bola decisiva. Não vi maldade, o atleta veio falar comigo, mas não poderia deixar de ir. Não foi nada demais, tirando a marca e os pontos. Recuperar para, se tiver condições, jogar quarta-feira – disse Douglas.

Fonte: Extra Online