Germán Cano volta a ser decisivo no Vasco com Fernando Diniz

Germán Cano passou por um longo jejum sob o comando de Lisca, mas voltou a ser decisivo após a chegada de Fernando Diniz.

Cano abriu placar para o Vasco no Batistão
Cano abriu placar para o Vasco no Batistão (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Apesar do rebaixamento, na última temporada, um atleta do Vasco se destacou e tornou-se peça fundamental dentro das quatro linhas. Trata-se de Germán Cano, que conquistou a torcida com seus gols, mas também com sua postura exemplar fora de campo. Na época em que o técnico Lisca esteve à frente do time, o argentino passou por um longo jejum sem marcar, mas voltou a ser decisivo com a vinda de Fernando Diniz.

Na reta final do primeiro turno, Lisca chegou e trouxe esperança para um Cruz-Maltino que convivia em uma verdadeira gangorra na tabela. Na estreia, uma goleada sobre o Guarani com direito a gol de Cano. Contudo, a partir disso, o camisa 14 deixou de fazer o L – comemoração característica – em 10 partidas, em seu maior jejum sem gols desde que assinou com o Vasco.

Lisca pediu demissão depois da derrota para o Avaí e Fernando Diniz chegou para tentar iniciar uma arrancada e recolocar o clube na elite do futebol brasileiro. E logo no primeiro jogo, contra o CRB, Cano marcou, de letra. No período do jejum, foram 880 minutos sem marcar e 22 finalizações até reencontrar as redes.

Sob a batuta de Diniz, já foram três gols – contra CRB, Confiança e Coritiba – e diversos fatores podem explicar esse com as redes. Ele passou por uma fase ruim, e, obviamente, a culpa não é só de Lisca. O argentino perdeu chances nessa época, esteve abaixo do esperado, mas também sofreu ao ficar isolado e a bola chegar pouco.

No estilo de jogo de Diniz, Cano tem sido mais combativo na frente. Com um esquema voltado à recuperação da posse de bola na frente, os atacantes marcam a saída de bola do adversário. Eles são responsáveis por darem o primeiro combate nesta marcação alta, forçando o erro do sistema defensivo dos rivais.

Fonte: Lancenet

Leia mais sobreGermán CanoLisca
Nenhum comentário ainda.
Deixe sua opinião

Últimas notícias
1 de dezembro de 2021
Pássaro entrega relatório com realizações e cita benefício de R$ 77 milhões ao Vasco

O ex-diretor executivo do Vasco da Gama, Alexandre Pássaro, entregou um relatório com pontos que seu trabalho teria melhorado no Clube.

Paiffer explica importância de pesquisa com torcedores e afirma que não sugeriu SAF

Com reunião nesta quinta (02) com a diretoria, Carol Paiffer se manifestou nesta quarta (01) sobre assuntos relacionados ao Vasco da Gama.

Andrey se despede do Vasco: ‘Aqui sempre vai existir um coração vascaíno’

Na despedida do Vasco da Gama, o volante Andrey publicou um emocionado texto de despedida citando a trajetória e agradecendo.

Números de Michel, Ernando e Walber pelo Vasco

Confira os números de Michel, Ernando e Walber, que estão oficialmente fora do Vasco da Gama para a próxima temporada.

Gilmar Ferreira afirma que Zé Ricardo está apalavrado com o Vasco

Grande favorito para assumir o Vasco da Gama, o técnico Zé Ricardo ainda não resolveu todas as pendências com o Qatar SC, seu ex-clube.

Fora do Vasco, Andrey analisa proposta de clubes da Série A e do exterior

Depois de oficializada a saída do Vasco da Gama, o volante Andrey agora busca um novo destino, o que ainda está em aberto.

Vasco confirma saídas de Ernando, Michel e Walber

O Vasco da Gama confirmou nesta quarta-feira que Michel e dos zagueiros Ernando e Walber não seguiram no Clube.

Andrey deixa o Vasco após 17 anos

Formado na base, o volante Andrey, que está em São Januário desde 2004, deixou o Vasco da Gama depois de 17 anos.

Vasco vence o Karanba por 1 x 0 pelo Carioca Feminino Sub-18

As meninas do Vasco da Gama venceram o Karanba por 1×0, no Estádio Nivaldo Pereira, pela terceira rodada do Carioca Feminino Sub-18.

Vasco encerra negociações com Ricardo Gomes

O Vasco da Gama encerrou as negociações com Ricardo Gomes, que seria contratado para o cargo de CEO de futebol.

Veja mais notícias