Gérman Cano pode resgatar tradição goleadora do Vasco

Com bons números nas últimas temporada, o atacante Germán Cano tem a chance de resgatar a tradição goleadora do Vasco.

Credenciado pelos 41 gols marcados pelo Independiente Medellín-COL em 2019, Gérman Cano desembarca na Colina com o desafio de resgatar a tradição do Vasco de balançar a rede adversária. Fã de Romário, artilheiro de sete edições do Campeonato Carioca, o argentino não traçou metas, mas a expectativa da torcida é que o o carente posto de homem-gol seja, enfim, preenchido pelo camisa 14.

"Penso jogo a jogo, a ir em busca de gols. O futebol colombiano é muito diferente do brasileiro, que é mais competitivo. Seguramente vai ser outro mecanismo, mas vou em busca, passo a passo, para converter e dar alegria à torcida", disse Cano, em sua primeira entrevista coletiva, no CT do Almirante.

Edmílson foi o último artilheiro do Vasco na competição, com 11 gols, em 2014. Muito pouco para um clube celeiro de goleadores como Roberto Dinamite (702 gols), Romário (326), Ademir Menezes (301), Pinga (250), Russinho e Ipojucan (225), Valdir (144), Edmundo (138)... Nos última década, apenas dois jogadores romperam a barreira dos 20 gols numa temporada: Nenê, com 21, em 2016, e Alecsandro, com 26, em 2012.

Germán Cano apresentado pelo Vasco

Confirmado na estreia contra o Bangu, amanhã, às 16h, em São Januário, Cano iniciará a missão encoraja pela torcida cruzmaltina, que invadiu as redes sociais do argentino, incentivando o acerto com o clube, firmado no contrato de duas temporadas.

"É um time de muita história, onde passaram jogadores importantes como Juninho, Romário, Dinamite... Jogadores que fizeram história aqui e espero poder entrar nessa história do Vasco e chegar aos títulos", disse Cano.

Leia mais sobre: Germán Cano

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »