Falta de pontaria preocupa e Vasco trabalha para melhorar

O ataque do Vasco da Gama sofreu com a falta de pontaria na partida contra o Altos-PI e trabalhará para resolver o problema logo.

O Vasco sofreu para conseguir eliminar o Altos, no Piauí, pela primeira fase da Copa do Brasil. O empate por 1 a 1 deixou evidente várias deficiências do time carioca.

Porém, nenhuma delas têm tirado tanto o sono da comissão técnica do que a falta de pontaria da equipe. Se antes o Cruz-Maltino não vinha criando, a criatividade no meio-de-campo foi resolvida, mas as oportunidades não estão sendo bem aproveitadas. Por isso, a ordem é concluir bem as chances de gol.

Tendo o seu trabalho muito questionado, o técnico Abel Braga sabe que precisa trabalhar a falta de pontaria. “Nós estávamos encontrando problemas na criação e isso foi resolvido, como vimos contra o Oriente Petrolero (triunfo por 1 a 0 pela estreia na Copa Sul-Americana) e diante da Portuguesa (vitória de 3 a 2 na despedida da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca)”, afirmou.

“Finalizamos vinte e seis vezes contra o Altos, um número muito significativo. Teve um momento em que chegamos com três jogadores na área e não conseguimos finalizar. Isso realmente aborrece em alguns momentos. Que preocupa, preocupa. Não só a mim, mas também aos atletas”, completou Abel.

Germán Cano concordou com o treinador. “Vamos trabalhar para corrigir todos os erros, inclusive os de finalização”, disse o atacante argentino.

Germán Cano marcou o gol do Vasco contra o Altos-PI

O elenco do Vasco terá uma semana para trabalhar visando à partida de volta da Sul-Americana, contra o Oriente Petrolero, na Bolívia, na próxima quarta-feira. Como venceu o duelo em São Januário, os cruzmaltinos vão entrar em campo com a vantagem do empate. A quinta-feira foi de folga para o plantel, que volta a treinar nesta sexta, quando começa a preparação para o choque com os bolivianos.

Leia mais sobre: Futebol

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »