Fernando Prass relembra momento igual ao de Martín Silva no Vasco

Fernando Prass defendeu o goleiro Mratín Silva, após ser vaiado pela torcida, e pediu para que as pessoas avaliem seu histórico.

Um dos principais jogadores do Vasco no título do Campeonato Carioca e muito querido entre os torcedores, Martín Silva pela primeira vez foi vaiado em São Januário. Fora do time desde a quarta rodada por ter disputado a Copa América pelo Uruguai e depois por lesão no ligamento do tornozelo, o goleiro parece ter sentido a falta de ritmo na derrota por 4 a 1 para o Palmeiras, na noite deste domingo, e acabou substituído no intervalo.

A atuação inesperada parece ter colocado dúvidas na cabeça de Celso Roth, que, na coletiva após a derrota, não garantiu o jogador como titular na próxima rodada do Campeonato Brasileiro. Assim, o técnico pode optar por preservar o jogador até que ele adquira mais ritmo e confiança.

Rival na partida, Fernando Prass conhece muito bem a pressão da torcida em São Januário. Com 248 jogos pelo clube, ele lembrou quando foi vaiado atuando no estádio e disse que é normal pela situação do time. O palmeirense preferiu não comentar sobre o rendimento em campo do uruguaio, mas o defendeu pedindo para que as pessoas avaliem seu histórico.

- Não consigo comentar, pois minha posição não era boa. Já fui vaiado aqui também, eu pulava na bola e era vaiado... É normal ainda mais pelo período que o time está vivendo. Ás vezes o cara joga bem um jogo e te pedem na Seleção. Torcedor é assim. Martín tem muitos jogos pelo Vasco e é só olhar sua média . Você verá que é um grande goleiro.

O próximo jogo do Vasco é na quarta-feira, às 22h (de Brasília), contra o Corinthians, em São Paulo. Caso decida pela preservação do goleiro, Jordi, que entrou no intervalo e acabou tendo nome gritado pelos torcedores, assumirá a vaga de titular. 

Martín Silva foi vaiado pela torcida

Leia mais sobre: Vasco x Palmeiras, Martín Silva, Fernando Prass

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »