Fernando Miguel terá em suas mãos o futuro do Vasco

O goleiro Fernando Miguel será titular no jogo contra o Ceará e terá a missão ajudar o Vasco a se livrar do rebaixamento.

A principal missão de um goleiro de futebol é evitar que sua equipe sofra gols. No domingo, contra o Ceará, caso consiga cumprir com sucesso este objetivo, Fernando Miguel terá ajudado diretamente ao time a evitar o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Agora titular, o arqueiro cruz-maltino sabe da responsabilidade que carrega nesta decisão, principalmente depois de ter conquistado o posto que era de Martin Silva.

Fernando Miguel assumiu a titularidade do Vasco no jogo seguinte ao “frango” sofrido por Martin Silva, diante do Grêmio, no último dia 11 – na ocasião, o Cruz-Maltino empatava em 1 a 1 até o último lance, quando o uruguaio falhou e fez os gaúchos vencerem por 2 a 1 (se a falha não tivesse ocorrido, o Vasco chegaria a esta rodada já livre do rebaixamento). Desde então, já foram quatro partidas com Fernando Miguel, defesas importantes e uma evolução considerável defendendo o clube, o que possibilita uma projeção do início de uma nova era para o próximo ano.

Diante do São Paulo, por exemplo, no último dia 22, quando o Vasco vencia por 1 a 0, Fernando Miguel fez uma defesa milagrosa em finalização de Rodrigo Caio perto do término do jogo, evitando o então empate – pouco após, o Cruz-Maltino acabou fazendo o 2 a 0. Mesmo depois da volta de Martin Silva da seleção do Uruguai e as dores sofridas por ele, o próprio Alberto Valentim, técnico do Vasco, afirmou que a escolha da titularidade, de forma técnica, era por Fernando Miguel na posição do gol. Evidenciando, assim, a diferença de momento entre os dois nomes.

Com a camisa do Vasco, Fernando Miguel já entrou em campo em 13 jogos – ele foi contratado neste ano junto ao Vitória para ser reserva do então titular Martin Silva. O uruguaio, em São Januário desde 2014 e com 245 partidas já disputadas, segue como uma referência, mas em um momento complicado que vive dentro das quatro linhas faz com que haja a conscientização de que o melhor, nesta hora que cada erro é fatal, é Fernando Miguel ocupar a titularidade. O encontro do fim de semana, que definirá o futuro do Vasco dentro do Brasileiro para 2019, dependerá das mãos dele.

Fernando Miguel

NOVA REALIDADE PARA MARTIN SILVA NO CLUBE

Martin Silva vem vivendo uma nova realidade no Vasco. Contratado em 2014, o goleiro conquistou aos poucos a idolatria em São Januário, o carinho dos torcedores e a titularidade incontestável. Foi figura importante nas campanhas de retorno à elite do Campeonato Brasileiro, mas nas últimas semanas vem enfrentando diversas críticas, depois de falhas sucessivas.

Não se pode negar a identificação de Martin Silva com o Vasco. A experiência do goleiro no vestiário tem sua parcela de contribuição para o amadurecimento do elenco, principalmente entre as crias das categorias de base. Ao todo, ele já entrou em campo em 245 partidas, sendo destas 111 vitórias, 73 empates e 61 derrotas, um aproveitamento da equipe com ele em campo de 52,4%.

Ao longo destes anos, vale destacar, Martin Silva foi bastante sondado por outros clubes, inclusive do exterior, mas sempre renegava as propostas de imediato, preferindo seguir no Vasco, construindo uma história no clube – contrato atual no clube é até 2020. O que o futuro reservará para Martin Silva no Vasco, só com o passar do tempo para saber.

LANCE! FOOTSTATS
Fernando Miguel no Vasco

Jogos 13
Defesas simples 24
Defesas difíceis 11
Gols sofridos 17
Lançamentos 184
Perda de posse 1
Cartão amarelo 1

Leia mais sobre: Vasco x Ceará, Fernando Miguel

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »