Fatores que levaram o Vasco a vencer o São Paulo

O Vasco da Gama teve boa postura contra o São Paulo e conseguiu vencer por 2x0 neste domingo na volta a São Januário.

A festa da torcida do Vasco foi merecida. Porque tanto quem estava na arquibancada quanto quem estava no campo contribuiu para a vitória sobre o São Paulo, neste domingo. E o triunfo cruz-maltino, que afastou mais ainda a equipe da zona de rebaixamento, foi construído com méritos anteriores à polêmica expulsão de Raniel.

TATICAMENTE

A já prevista escalação com quatro volantes foi vista, na prática, mais ofensiva como se imaginou. Richard seguiu como primeiro volante e Andrey alternou com Marcos Júnior nos lados à frente. Raul atuou mais aberto, com mais liberdade pela ponta direita.

AVALANCHE

Comandados por Talles e Marrony, o ataque do Vasco provocou fortes dores de cabeça na defesa do São Paulo. Eles produziram três chutes perigosos nos 17 primeiros minutos e, em jogadas com diferentes origens.

O MOMENTO CRUCIAL

Empurrado por um São Januário entupido, o time que luta para se afastar da zona de rebaixamento dominava o aspirante a campeão. Com menos chances criadas, porém forçando o jogo mais do que conseguia o tricolor Paulista. Até que Raniel ergueu demais o pé, que atingiu Richard e permitiu aos árbitros de campo e de vídeo a interpretação de que o lance foi para expulsão.

APÓS A EXPULSÃO

A expulsão de Raniel não mudou um panorama que já era de domínio cruz-maltino. Antes do fim da primeira etapa, um chute para cada lado - sendo que o do São Paulo foi o primeiro da partida - e Henrique foi substituído. O lateral-esquerdo já tinha recebido cartão amarelo, e Vanderlei Luxemburgo evitou que ele recebesse outro. E mal tinha soado o apito final da primeira etapa, Rossi já estava aquecendo. Luxa antecipou o planejamento e colocou o atacante de início, na segunda etapa.

A GLÓRIA

O Vasco dominava a partida, mas não conseguia traduzir isso em gol. Como tem sido, colocar a bola na rede é um sofrimento. Desta vez, precisou Leandro Castan escorar um escanteio para Talles Magno fazer o primeiro gol dele como jogador profissional. Na reta final, a aflição da torcida virou festa porque o antes renegado Fellipe Bastos completou jogada da esquerda para mais um gol. A torcida fez merecida já antes do apito final.

Leia mais sobre: Vasco x São Paulo, Campeonato Brasileiro

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »