Expulsão de Henrique foi decisiva para o 1º revés do Vasco com Luxemburgo

O Vasco da Gama não conseguiu fazer uma boa partida e expulsão de Henrique foi decisiva para a derrota do Vasco da Gama.

Henrique durante o jogo contra o Coritiba
Henrique durante o jogo contra o Coritiba (Foto: Divulgação/Coritiba)

Com o retorno de Luxemburgo, o Vasco voltou a jogar bem e conquistou quatro pontos importantes na luta contra o rebaixamento. Com isso, o jogo contra o Coritiba era considerado como chave para a sequência da competição, já que o adversário era o último colocado. Porém, o time não fez uma boa partida, e um lance mudou os rumos do jogo e fez com que o Cruz-Maltino conhecesse o seu primeiro revés sob o comando do experiente treinador.

Desde o início da partida, o Vasco pecava na falta de intensidade, apresentada nos jogos anteriores, e no último passe. Com poucas jogadas verticais, o confronto se mostrava equilibrado até os 29 minutos do primeiro tempo. Em um lance temerário, Henrique acertou o cotovelo no rosto de Sarrafiore e depois da consulta ao VAR, foi expulso, prejudicando a equipe na partida.

Com um a menos, Luxemburgo tentou preencher a lacuna ao deslocar Yago Pikachu para a lateral-esquerda, o que não funcionou. No lance do gol do Coxa, faltou um jogador no lado direito para marcar a zona intermediária e evitar um chute de longa distância. O volante Hugo Moura aproveitou a brecha e estufou a meta de Fernando Miguel, que chegou atrasado no lance.

– Eu tenho um lateral jogando no meio-campo, que já jogou algumas vezes de lateral-esquerdo. Por que eu vou trocar um jogador ainda no primeiro tempo? E como ele atuou bem na lateral, não teve nenhum problema ali, eu preferi deixar do que fazer a substituição. Depois eu fiz a substituição vendo o que o Coritiba ia fazer – disse o treinador.

Na volta do intervalo, o treinador resolveu melhorar a criatividade de seu meio-campo com a reestreia de Martín Benítez e ao dar mais uma chance para o jovem Caio Lopes. A equipe até aumentou o seu volume de jogo, visto que o Coxa preferiu segurar o resultado, porém faltou finalizar mais e buscar a sua referência na área: Germán Cano. Sem jogar desde dezembro, Martín mostrou que precisa recuperar a condição física em meio à reta final da temporada.

– Ficou claro que ele (Martín Benítez) precisa de mais jogo. Você não tem como levar 15 dias preparando o jogador, porque não dá tempo. Você tem que usar o jogador, como usei. Vamos ver agora na representação para ver como vamos preparar o time para quarta-feira. Vamos ver o que podemos fazer – frisou.

Durante todo segundo tempo, Cano só teve uma chance clara, nos acréscimos, em que Wilson fez uma grande defesa, garantiu o triunfo para a equipe paranaense, que não vencia há três meses. A expulsão fez com que o Vasco ficasse mais exposto e o time do Alto da Glória aproveitou o momento e levou os três pontos para casa.

O Gigante da Colina volta a campo na próxima quarta, às 21h30, fora de casa, em mais um confronto direto: diante do RB Bragantino. Para não deixar o pelotão do Z4 encostar e o perigo aumentar, o time necessita da vitória, já que terá duelos contra times que disputam o título em seguida: Atlético-MG, Flamengo, Palmeiras e Internacional. Entre eles, os comandados do Luxa ainda enfrentam Bahia, Fortaleza e Goiás na luta contra o rebaixamento e o Corinthians, que sonha com uma vaga na Libertadores 2021.

Fonte: Lancenet

7 comentários
  • Fábio Silva - 18 de janeiro de 2021

    Esse Henrique é o pior lateral esquerdo de todos os tempos, medíocre, burro e irresponsavel. Tem alguém lá dentro proveito disso, não é possível mas aguentar esse cara que fodeu a nossa nação!

    Responder
  • JULIANO PIERRE CAIRES DE SOUZA - 17 de janeiro de 2021

    Vejo reportagens que o Castan falou em que foi injusta a expulsão do Henrique, no dias de hoje com tantas câmaras de televisiva e o VAR, um jogador com 200 jogos por um time, faz uma asneira dessa, é imperdoável, deveria ser punido severamente, para mim o Henrique não faz jus à grande história do Vasco de revelar grandes jogadores, ele é limitado e vêm nós mostrando isso durante esses anos. Vejo que o time é o pior da gestão Campello, e isso nos envergonha perante a grande história do Vasco. Neste jogo, eu vi um time aguerrido apesar de suas limitações, o Castan, ora Castan, deverias fazer uma alta análise de suas performance pois elas estão aquém da sua carreira, para mim deveria treinar mais e buscas melhoras para não falar besteiras, como esta fizestes ao defender o Henrique.

    Responder
  • Liberato pereira da Silva filho - 17 de janeiro de 2021

    Foi uma ducha fria e nos faz levar ao desânimo a torcer por este time ,foi uma desastrosa recaída principalmente de Henrique que não goza de simpatia na maior parte da torcida ,como explicar que um jogador que não é tão jovem ,aplicar uma cotovelada num adversário em um lance sem qualquer perigo para a defesa ,pois a disputa da bola estava rente a linha lateral ,merecia ser multado pois em muito prejudicou seu time que completo já não é bom imagina com dez .Eu ,como torcedor e,acredito que muitos si irrita com as saídas de bola da defesa ,método usado em futsal ,é Fernando Miguel ,entregando a bola quando não é na pequena ,é na grande ,a bola é entregue ao Castan e, este para o Henrique que levando a cabeça olha pra frente ,mas volta por Castan e este vira para a direita ,são incapazes de dar um chute pra frente .Este tipo de saida de bola ,faz com que os adversários si fecham na defesa e o resultado é a falta de chutes dos atacantes vascaínos .Ficando na primeira ou caindo para a segunda,tenha que haver uma barca ,a começar pelo Fernando Miguel,junto a Castam ,Pikachu,Henrique ,estes dois laterais que chegaram agora ,a torcida já não aguenta mais ver estes e outros vesstindo a camisa cruzmaltina .Eles precisam de novos ares…..os de São Januário si esgotou .

    Responder
  • Tó Zé - 17 de janeiro de 2021

    Por favor respeitem o torcedor do Vasco, não foi a expulsão do Henrique que fez o Vasco jogar mal, os Srs jornalistas deveriam honrar o compromisso da verdade,o time do Vasco é muito ruim,mesmo com toda experiência do profexo,ele não faz milagres,motiva etc,mas dentro do campo, são os mesmos desconhecidos jogando bola para o lado, jogando bola para trás,o Vasco em todo o jogo fez 8 remates a gol o Curitiba 14 converteu 1 em gol,
    Então o profexo não pode fazer omeletes sem ovos,mesmo pedindo para jogar com a pica virada para o céu

    Responder
  • Vasco amor eterno! - 17 de janeiro de 2021

    Filho de puta de jogador.

    Responder
  • Ernandio nunes - 17 de janeiro de 2021

    jogador irresponsável fevia pagar uma multo o time em kogos decissivel faxer essa cagada de ser espulso aos 30 minutos fo 2 tempo sem nenhum perigo de gol vai se fuder henrique

    Responder
  • Carlos Tavares De Oliveira - 17 de janeiro de 2021

    Não vou entrar mas neste suíte e muito ruim quando se fala a verdade dizem que o comentário e repetitivo

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
23 de junho de 2021
Vasco TV mostra treino da última terça-feira na preparação para encarar o Cruzeiro

Confira agora alguns trechos do treino do Vasco da Gama realizado na última terça-feira, no CT do Almirante.

Vasco receberá R$ 500 mil pela transferência de Marlon Santos ao Shakhtar Donetsk

O Vasco da Gama será recompensado em R$ 500 mil pela transferência de Marlon Santos, que trocou o Sassuolo pelo Shakhtar Donetsk.

Assista ao vídeo que mostra a inauguração do CT para o Futebol Feminino do Vasco

Confira o vídeo que mostra a inauguração do CT para o futebol feminino do Vasco da Gama na Vila Olímpica de Duque de Caxias.

Abel Braga relembra sua passagem como zagueiro do Vasco: ‘Espetacular’

O técnico Abel Braga, que atualmente está no Lugano, disse que sua passagem como jogador do Vasco da Gama foi espetacular.

Ricardo Sá Pinto fala sobre desavença com Fellipe Bastos no Vasco

O técnico Ricardo Sá Pinto falou sobre seu desentendimento com o meia Fellipe Bastos, durante sua passagem pelo Vasco da Gama.

Menos de 40% das finalizações do Vasco na Série B atingiram o alvo

Números mostram que o ataque do Vasco da Gama vem tendo aproveitamento ruim neste início de Campeonato Brasileiro da Série B.

Castan volta bem, mas defesa do Vasco ainda sofre na temporada

Leandro Castan retornou após período afastado por lesão e tenta ajustar setor defensivo do Vasco da Gama que vem falhando sistematicamente.

Sá Pinto relembra dificuldades no Vasco e dispara contra diretoria: ‘Não havia liderança’

Ex-técnico do Vasco da Gama, Ricardo Sá Pinto não poupou críticas ao presidente Jorge Salgado e expos as dificuldades financeiras do Clube.

Aluguel de São Januário para o Fluminense rende R$ 70 mil aos cofres do Vasco

Vasco da Gama arrecadou R$ 70 mil com o aluguel de São Januário para o Fluminense na segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

Dinamite avalia esquema do Vasco e crê que time precisa de sequência e entrosamento

Maior artilheiro e ex-presidente do Vasco da Gama, Roberto Dinamite deu sua opinião a respeito do time Cruzmaltino.

Veja mais notícias