Entrevista coletiva de Vanderlei Luxemburgo após o jogo contra o Palmeiras

O técnico Vanderlei Luxemburgo aprovou o desempenho do Vasco da Gama contra o Palmeiras e criticou a arbitragem da partida.

O zagueiro Leandro Castan foi expulso pelo árbitro Rafael Traci na derrota do Vasco por 2 a 1 para o Palmeiras, em São Januário. Depois da partida, válida pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Vanderlei Luxemburgo defendeu o defensor cruz-maltino e atacou o juiz.

- Esse árbitro persegue o Castan. Perseguição é uma coisa meio complicada. Acho isso uma covardia muito grande. Quantas faltas o time do Palmeiras fez no primeiro tempo e como ele amarelou o nosso time? É complicada a maneira como ele conduziu o jogo - disse o técnico.

Assim como o presidente Alexandre Campello, Luxemburgo reclamou de outros lances contra o Vasco na derrota para o Palmeiras, como o possível pênalti não marcado em cima do zagueiro Henríquez e o segundo gol alviverde, de Luiz Adriano.

- Se o VAR chamou o juiz para ver, é porque colocou uma situação para o juiz analisar. É importante que o Gaciba venha a público e mostre a gravação com o árbitro. Mais ainda: o Luiz Adriano faz falta no Danilo antes de finalizar. Um absurdo - completou o treinador.

Apesar de não ter gostado da arbitragem, Luxemburgo fez elogios à atuação do Vasco na derrota para o Palmeiras.

- Hoje gostei da equipe, da maneira como jogou. Forte, dura, contra um adversário difícil. Os lances que o Vasco tem sido prejudicado são lances importantes. O Vasco perdeu muitos pontos por causa da arbitragem.

Luxemburgo durante jogo contra o Palmeiras

Veja outros trechos da entrevista de Vanderlei Luxemburgo:

Momento do Vasco

- Tivemos uma sequência boa de vitórias e falaram bem. Não me assusta. Temos os jogos necessários para sair da confusão. Nunca falei que meu time era para outra competição. Nossa competição é diferente. Não adianta insistir.

Pontos perdidos

- Estamos sendo prejudicados em muitas coisas. Quantos pontos nós perdemos... Estaríamos pelo menos na zona de Libertadores. O Gaciba é um cara correto, está tentando melhorar a arbitragem. Mas eu não aguento mais ser prejudicado da forma como tem sido.

Atuação

- Nos tivemos condições de fazer gols, como naquela bola do Guarin, que entrou sozinho. Acho que a equipe jogou bem taticamente. Não tenho o que reclamar da equipe. Estamos dentro da nossa competição.

Pontos

- O que me interessa é o Vasco. Se vai ajudar outra equipe, não tenho nada a ver com isso. O Vasco precisa somar pontos para sair da confusão. Não tenho que falar de outras equipes. Isso é problema deles.

Derrotas em São Januário

- Nós perdemos para Santos, Palmeiras, Bahia. Acho que a maneira de jogarmos aqui, por obrigação jogamos diferente daquilo que estamos acostumados a jogar. Somos mais reativos e saímos mais. Ficamos mais vulneráveis.

Escalação

- Nós tivemos possibilidades. Como o lado esquerdo estava com o Guarin, eu trouxe o Bruno César para lá e o Marrony por dentro. Conseguimos algumas situações. Não vi a derrota do Vasco passando pela escalação.

Guarín

- Jogou 45 minutos contra o Fluminense. Eu deveria ter começado ao contrário, com ele na reserva. Refrescou ele. A frequência dele no jogo, ele caiu faltando 10, 15 minutos, mas ele teve uma frequência física muito boa. Tem tempo para recuperar.

Leia mais sobre: Vasco x Palmeiras, Vanderlei Luxemburgo

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »